Mãe de menina que morreu afogada em Ceilândia pede prisão de motorista

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Garota, que ficou presa pelo cinto de segurança, chegou a ser atendida pelos socorristas, mas não resistiu e morreuReprodução/TV Record Brasília
Um mês após a morte de Giovana Moraes de Oliveira, de seis anos por afogamento dentro de um ônibus, em Ceilândia (DF), a mãe da menina, Maria Francisca da Silva, diz que espera que o motorista do veículo seja preso. Ele foi indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.  
A menina morreu dentro de um ônibus escolar, após o veículo quebrar embaixo de um viaduto do metrô. A água da chuva inundou o veículo, que estava lotado. Os bombeiros tiveram que retirar as crianças pelo teto. A garota, que ficou presa pelo cinto de segurança, chegou a ser atendida pelos socorristas, mas não resistiu e morreu.   

Em entrevista à TV Record Brasília, a mãe da vítima afirma que deixou o trabalho após a tragédia.   
— A vida perdeu o sentido, afirma.  

Entenda o caso
O acidente aconteceu no começo da noite, quando alunos e funcionários iam embora do  Centro Classe 08. O veículo passava por uma rua alagada e o motorista decidiu entrar com o ônibus em um viaduto do metrô. O veículo ficou entalado e parte dos passageiros deixaram saíram. O motorista teria saído para buscar ajuda e voltou em seguida.  
Parte dos alunos precisaram ser resgatados pelos bombeiros. Mas a menina Giovana, não conseguiu destravar o cinto de segurança e, quando os bombeiros chegaram, ela já havia morrido afogada.   A Secretaria de Educação disse que o ônibus escolar é do ano de 2008 e pertence à empresa Rodoeste Transportes e Turismo, contratada pela pasta para atender estudantes da rede pública em Ceilândia.  
Toda a documentação estava em dia e o veículo em situação regular. O contrato, com validade de 12 meses, foi assinado em fevereiro deste ano após a empresa apresentar todas as documentações da frota e dos profissionais.  O condutor estava com a documentação em dia e fazia a manutenção correta do veículo. 
Informou o R7

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: