“Manifestantes confessam que foram pagos para protestar contra Copa no DF”, afirma o GDF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Foto
UM NOVO PROTESTO ESTÁ MARCADO PARA ESTE SÁBADO
O GDF emitiu nota afirmando que alguns dos manifestantes que atearam fogo em pneus perto do Estádio Nacional Mané Garrincha na manhã de hoje (14) foram presos e levados à 5ª DP, e que lá, eles confessaram que receberam dinheiro para fazer a confusão na capital federal. “A polícia desconfiou do grupo, pois as faixas foram feitas por um profissional”.

A polícia divulgou que apreendeu no Setor de Ceilância um caminhão e prendeu três homens que confessaram haver recebido R$ 250,00 cada para despejar pneus velhos que acabariam queimados no Eixo Monumental, nas proximidades do estádio e que cerca de 20 ônibus lotados de manifestantes de outros estados estão a caminho de Brasília para outro protesto, marcado para a manhã deste sábado.
Eles criaram uma página no Facebook para organizar a reunião deste sábado e estão conclamando mais pessoas pela internet. Alegam que o dinheiro utilizado na construção da arena foi “roubado das políticas sociais”. De acordo com a página na rede social, eles estão organizados para realizar “atos populares unificados” nas doze cidades-sede da Copa.
Informações da Comunicação do GDF e Claudio Humberto

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: