MANOEL TAVARES: “TENHO SIDO ARRASTADO PARA O CENTRO DESTA CRISE”.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Esclarecimentos públicos

Estou imensamente surpreso com as muitas revelações que estão surgindo nesta crise, mas ainda estou me resguardando o direito de não acreditar em todas as coisas que tem sido divulgadas, pois muitas são oriundas de interpretações desinformadas. Conheci o João Dias em 2009 e sempre tive dele uma imagem completamente diferente desta imagem pública que se formou e sempre o considerei uma pessoa muito idealista. O que ele me relatou foram armadilhas e traições pelas quais passou e o comportamento dele até agora está sendo coerente com aquilo que me informou. Até o fato de não se defender com clareza, pois poderia comprometer outras pessoas, preferindo atacar aqueles que ele tem mais revolta.

Tenho sido arrastado para o centro desta crise de uma forma completamente involuntária. Não tenho o compromisso de defender ninguém e nem pretendo atacar, pois não tenho mágoas ou revoltas, mas não pretendo deixar que eu seja caluniado sem ter o direito de resposta. Não quero dizer que não tenho defeitos, ao contrário, o que posso dizer é que tenho tantos defeitos que não preciso que os aumentem com inverdades e calúnias.

Tem surgido grandes questionamentos sobre se as minhas indicações ao governo foram por iniciativa do João Dias. Tenho a acrescentar que o meu currículo profissional é adequado o suficiente para ocupar os cargos que ocupei, mas que realmente houve a indicação de João Dias. Não cabe a mim justificar o porque da minha indicação ter sido aceita, já que isso é prerrogativa de quem decidiu. O que posso garantir é que ninguém, inclusive o João Dias, nunca me pediu para que fizesse qualquer coisa errada enquanto estava no governo e também nunca me impediu de fazer as coisas certas. Por isso não tenho receio de dizer que me orgulho muito de tudo que fiz no governo, tanto na Codeplan quanto na Corretora BRB e que se for feita uma análise isenta e criteriosa de todos os documentos que produzi naquele período (que foram muitos) verão que meus procedimentos sempre foram extremamente corretos e que os caluniadores não terão espaço para atuar.

O meu trabalho na Codeplan já foi objeto de muita discussão nos blogs, devido ao cancelamento de dois grandes projetos viciados. Os meus pareceres a respeito dos vários problemas com os outros seis projetos bilionários de Parcerias Público Privada estão nos respectivos processos. Quanto à Corretora, encontrei uma situação de anos e tomei a decisão de mudar, fazendo licitação, como já foi divulgado. Da mesma forma, a minha demissão já foi suficientemente discutida publicamente.

Estou torcendo bastante para que tudo seja completamente esclarecido e que a verdade apareça sem dúvidas. Por enquanto prefiro aguardar, pois sei que a arma de muita gente é a calúnia e a desinformação, que é o caminho para que interesses escusos prevaleçam. O papel da imprensa em levar as informações ao conhecimento de todos está sendo exemplar, mas ainda existem muitas especulações inconsistentes, que espero seja uma etapa antecedente ao completo esclarecimento.

Manoel Tavares
Fonte: Blog do Donny Silva.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: