Minigolpista na Câmara Legislativa.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Era só o que faltava. Um rapaz bem vestido chegou à Câmara Legislativa em um táxi, afirmou ao motorista que sua tia trabalhava lá e ia buscar o dinheiro para pagar a corrida. Entrou no prédio e, previsivelmente, sumiu. O taxista esperou um pouco e, já que o rapaz não voltava, acionou a Coordenação de Polícia Legislativa. A partir das câmeras de segurança, os agentes conseguiram reproduzir o percurso e identificaram o responsável. Surpresa: só então descobriram que ele já dera dezenas de golpes na própria Câmara.

Passagens pela delegacia

O espantoso é que não tenha sido identificado antes. Menor de idade, o rapaz já acumulava 59 passagens pela Delegacia da Criança e do Adolescente. Escapou da sexagésima porque tinha dinheiro no bolso e pagou o taxista, que não registrou queixa.
Dinheiro emprestado

Morador de Valparaíso, o infrator costumava seguir para a Câmara, entrava tranquilamente e seguia para um gabinete qualquer. Puxava conversa e aprendia os nomes de funcionários, de preferência ocupantes de cargos de chefia. A partir daí fazia pequenos furtos ou, mais frequentemente, pedia dinheiro emprestado, dizendo que era parente de um dos novos conhecidos. Fez carreira.

Coluna do Alto da Torre.


3 Comments

  • Avatar
    Anônimo , 23 de fevereiro de 2012 @ 13:13

    Já sei: Era um Deputado (?!?!?)

  • Avatar
    Anônimo , 23 de fevereiro de 2012 @ 13:13

    Já sei: Era um Deputado (?!?!?)

  • Avatar
    Anônimo , 23 de fevereiro de 2012 @ 16:54

    Já sei! Trata-se de um DEPUTADO!

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: