Ministério da Saúde identifica 26 irregularidades no Hospital de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O ministério da Saúde identificou 26 irregularidades no Hospital Regional de Ceilândia (HRC) relacionadas  estrutura física, equipamentos e de pessoal. Uma equipe da pasta fez vistorias no hospital entre julho e agosto deste ano e publicou, neste mês, um relatório com 17 páginas sobre as falhas verificadas durante as visitas. Das 26 justificativas aos problemas enviadas pelo HRC ao Ministério da Saúde, apenas seis foram acatadas pela pasta. 

Entre os problemas, os mais graves foram relatados na UTI neonatal. O documento aponta a presença de um refrigerador com cadáveres de recém-nascidos dentro da UTI, a superlotação da ala de partos, a falta de cirurgião pediátrico e, ainda, que a falta de médicos e de material foram responsáveis pela contaminação de sete recém-nascidos pela superbactéria.

Sobre algumas falhas na UTI neonatal, a Secretaria de Saúde do DF informou à reportagem que o problema com o refrigerador já foi resolvido e que, apesar de não possuir cirurgião pediátrico, transfere os bebês para o Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB). Ainda segundo a secretaria, desde julho são realizadas melhorias no HRC para solucionar as irregularidades e que o GDF deve liberar uma verba para a compra de equipamentos e contratação de médicos.

O ministério da Saúde, por sua vez, prometeu visitar o HRC ainda este ano para acompanhar o que está sendo feito.
Informou o Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: