Ministério Público investiga prefeito Célio Silveira (PSDB), de Luziânia (GO)

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Aliado de primeira hora do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), o também investigado (Marconi é investigado pela Polícia Federal) Célio Antônio da Silveira (PSDB), prefeito de Luziânia (GO), maior cidade do Entorno do Distrito Federal, com cerca 174 mil habitantes, está cada vez mais rico, e o Ministério Público quer saber o segredo desse tremendo sucesso empresarial. Formado em medicina, Célio é político profissional. Tratado como dr. Célio, com a iminente eleição do deputado estadual Cristóvão Tormin (PSD) a prefeito de Luziânia, os bajuladores de Célio começaram a debandar. Pergunta-se: será que Carlinhos Cachoeira tem negócios em Luziânia?
O Ministério Público ajuizou, somente este ano, nove ações questionando os gastos da prefeitura de Luziânia em obras com licitações suspeitas. Antes de assumir o primeiro mandato na prefeitura, Célio declarava ter uma casa avaliada em R$ 47 mil, dois carros e um terreno. Hoje, após sete anos de mandato, das quatro firmas nas quais Célio tem participação, três receberam recursos da Prefeitura. A maior delas, o Hospital Santa Luzia, ganhou em repasses diretos pelo menos R$ 179 mil.
Em entrevista a este blog, publicada em 23 de novembro de 2001, Cristóvão Tormin declarou, em resposta à pergunta Supondo que o senhor seja candidato e ganhe as eleições, qual seria seu foco principal como prefeito de Luziânia?: “Primeiramente, um choque de gestão. Em especial na saúde pública. Precisamos incrementar não só os postos de saúde, mas o Hospital Regional, pondo tudo para funcionar. Precisamos mudar a concepção de saúde pública do nosso município, uma vez que até as mais simples cirurgias são enviadas para o Hospital de Santa Maria (DF), o Hospital de Base (DF) e o Hospital Regional do Gama (DF). Nós temos que acabar com isso. Luziânia é uma cidade de médio porte e precisa de investimentos maciços na área de saúde. Com relação à infraestrutura, precisamos de obras de qualidade, desde um pequeno reparo até pavimentações asfálticas de grande porte, para realmente aplicar bem o dinheiro do povo, e o dinheiro do povo é uma responsabilidade muito grande que a gente tem. Então, as obras públicas têm que ter qualidade. Pretendo fazer uma revolução na área educacional, que também está precisando de um choque de gestão, principalmente com a implantação de aula em tempo integral. Nós também precisamos fazer parcerias com o governo federal, que está aqui tão pertinho da gente, tanto para a área de infraestrutura quanto para a área de segurança pública. O problema da violência não será resolvido, na nossa região, se não for com parcerias entre as prefeituras e os governos estadual e federal, alocando recursos e executando também programas nas áreas educacional e social. Só assim haverá inclusão social e a marginalidade será bastante reduzida. Precisamos ainda atrair indústrias de porte, tanto para Luziânia sede quanto para o Distrito do Jardim Ingá, para gerarmos emprego, renda, dar dignidade às pessoas para que elas não precisem ir para Brasília, enfrentando esse trânsito horrível nos horários de pico, e poder trabalhar perto da sua casa e contribuir com o progresso, o desenvolvimento do município, trabalhando aqui. Nós ainda estamos em fase de elaboração do plano de governo, uma vez que as eleições ocorrerão somente daqui a dez meses, mas o foco principal será nestas áreas: saúde, educação, segurança pública, infraestrutura e geração de emprego e renda.
Postado por RAY CUNHA no BRASÍLIA-BRASIL (Com informações do Correio Braziliense)

1 Comment

  • Avatar
    jhonatan2527 , 10 de julho de 2012 @ 20:58

    gostaria de saber também se alguém tem alguma informação sobre o hospital materno infantil, no parque alvorada, visto que lá só encontra a placa e muitos matos

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: