Moradores da QNP 22 em Ceilândia começam a receber suas escrituras.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Imagem inline 2
Após um imenso esforço do GDF, Administração de Ceilândia, Sedhab e do deputado distrital Chico Vigilante para a regularização definitiva da quadra 22 do Setor P Sul, neste sábado, dia 16 de junho, serão entregues as primeiras escrituras aos moradores da quadra.
Durante o evento, que está previsto para as 11h entre a QNP 22 e QNP 24, ao lado do Terminal Rodoviário do P SUL, serão distribuídas cartas para comparecimento ao cartório aos moradores que estão com processo avançado para a regularização de suas casas e necessitam apenas comparecer ao local para dar prosseguimento ao processo de escrituração.
A QNP 22, com 515 lotes, já possui projeto urbanístico e registro em cartório em parte da quadra, com exceção dos conjuntos A a J, W, Y e Z que ainda estão em processo de regularização ambiental.


Regularização

O processo de regularização definitiva iniciou com o levantamento topográfico realizado pela Subsecretaria de Gestão das Informações Urbanas e Territoriais (Siurb) da Sedhab.

A próxima etapa foi o cadastramento das famílias realizado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), em parceria com a Prefeitura Comunitária.
Agora, o projeto urbanístico e estudos complementares dos demais conjuntos, bem como da Quadra 24 aguardam aprovação pelos órgãos e conselhos competentes. Se aprovados, vão para registro cartorial. Logo após será feita a transferência do lote para o morador e entrega da escritura.
Na última quinta-feira, dia 31 de maio, mais de  200 moradores das quadras QNP 22 e QNP 24 do Setor P Sul participaram de Audiência Pública, realizada pela CODHAB e Administração de Ceilândia, que esclareceu e discutiu o novo projeto urbanístico da região.
Durante a Audiência, a população tirou dúvidas sobre documentação, escritura e o processo de regularização das quadras.
Segundo o Administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, esse é mais um compromisso do Governador Agnelo Queiroz com o povo da cidade, que sempre aguardou pelo processo.
Agora os moradores podem ficar mais tranquilos e assegurados com a sua escritura nas mãos. “Isso é cidadania, é mais que uma obrigação nossa. Cada morador tem que ter o seu documento em mãos” diz Ari de Almeida.

Ascom RA IX


Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: