Moradores de rua em Ceilândia e Taguatinga recebem atendimento médico especializado, garante GDF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A rede pública de Saúde do DF oferece atendimento especializado para as pessoas que vivem nas ruas do Plano Piloto, Taguatinga e Ceilândia. A atenção básica é oferecida pelo programa “Consultório na Rua”.

 

Em 2013 foram realizadas cerca de 7 mil consultas, entre atendimentos médicos, de enfermagem, de psicologia e de assistência social.

 

“O objetivo dos consultórios é oferecer cuidados em saúde independente do desejo de sair ou não das ruas, porém o fato de estar sendo cuidado e respeitado como cidadão, às vezes, desperta esse desejo”, afirmou a psicóloga e chefe do Núcleo de Programas Estratégicos, Augusta Maria Barbosa.

 

Uma das dificuldades encontradas pelos profissionais é a interrupção dos tratamentos, pois, muitas vezes, os pacientes não voltam para dar continuidade. “Estamos acompanhando, com o apoio do centro de saúde, uma moradora na área do Setor P Sul que está gestante, mas ela não vai com frequências às consultas”, afirmou a enfermeira Jeslaine Viana, coordenadora do “Consultório na Rua” de Ceilândia.

 

Segundo a Secretaria de Saúde, as situações que as equipes encontram são muito variadas, vão desde pacientes com feridas nos pés e pernas a usuários de álcool e drogas, pessoas com problemas respiratórios, crianças e adolescentes que perderam os vínculos sócio afetivos.

 

Segundo a enfermeira Jeslaine, a aproximação com a população de rua não é fácil. “No início das atividades em Ceilândia sentimos que os moradores eram arredios, não acreditavam que estávamos ali para ajudá-los e reinserí-los na sociedade, mas gradativamente fomos adquirindo a confiança deles e hoje muitos nos procuram não só para tratamento de saúde, mas para inclusão em outros serviços”, revelou a enfermeira.

 

Para 2014, o “Consultório na Rua” de Ceilândia vai intensificar a busca ativa no atendimento de prevenção em saúde e ações socioeducativas com crianças, adolescentes, mulheres, homens e idosos de rua por meio de atividades lúdicas; grupos de Práticas Integrativas Itinerantes; orientações nutricionais; cobertura vacinal; identificação de casos de hanseníase, tuberculose, diabetes, hipertensão, DST/Aids; testes e palestras educativas sobre essas doenças.

 

Veja onde os “Consultórios na Rua” estão localizados:

 

PLANO PILOTO – O Consultório está localizado na 903 Sul e conta com médico, psicólogo, assistente social, enfermeira e técnicos de enfermagem.

 

CEILÂNDIA – O atendimento é feito no Centro de Saúde 5, em Ceilândia Sul. A equipe é formada por psicólogo, assistente social, enfermeira e técnicos de enfermagem. Está prevista a chegada de um médico da Família e Comunidade para atuar no local.

 

TAGUATINGA – A equipe do “Consultório na Rua” de Taguatinga conta com psicólogo, assistente social, enfermeira e técnicos de enfermagem. Também está prevista a chegada de um médico da Família e Comunidade; O atendimento acontece no Centro de Saúde 6, em Taguatinga Sul.

Agência Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: