MP de Goiás que impedir Caldas Country-2013.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Após vários incidentes, o evento corre o risco de não ser realizado em 2013. Após vários incidentes, o evento corre o risco de não ser realizado em 2013. (Foto: Correio Web)

O Ministério Público de Goiás vai investigar as denúncias de uma série de vandalismos ocorridos em Caldas Novas durante o último fim de semana, quando ocorreu o 7º Caldas Country Show. Entre as medidas estudadas, estão o impedimento da realização da festa no ano que vem.

O promotor da 5ª Promotoria de Justiça da cidade, Pedro Eugênio Beltrame Benatti, afirmou que será ajuizada uma ação nos próximos dias para suspender a venda antecipada dos ingressos dos shows de 2013.

O assassinato de duas pessoas, um acidente de carro com a morte de um jovem de 18 anos, sexo explícito no meio da rua, uma ambulância invadida, um carro incendiado por um grupo de rapazes e foliões pulando em cima de um posto da Polícia Militar foram parte das ações que abalaram a cidade de 70 mil habitantes.

Todos os crimes foram filmados ou fotografados por foliões indignados. Até o momento ninguém foi punido. 
Segundo um dos organizadores de um dos maiores eventos musicais do Estado, Fernando Clemente, a maior culpa da baderna é da prefeitura da região.

Clemente admitiu que a quantidade de militares que fazem a segurança de Caldas Novas não é capaz de controlar os 70 mil turistas que passaram pela cidade no fim de semana. De acordo com a Polícia Militar, 289 homens foram destacados para atuarem nas ruas durante o festival sertanejo.
Guardian Notícias com Informações do Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: