MPDFT acusa GDF de omissão por não deixar população escolher administradores regionais.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
MPDFT acusa GDF de omissão por não deixar população escolher administradores regionais
                                                                                                      
Duas medidas judiciais independentes, foram disparadas para cobrar a participação popular na escolha dos administradores regionais e a instalação dos Conselhos de Representantes Comunitários das regiões administrativas. As duas medidas estão previstas na Lei Orgânica há 20 anos e por omissão de governantes e deputados distritais ao longo deste período não saíram do papel.
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou com uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI). Neste caso, a peça questiona a suposta omissão do GDF em encaminhar um projeto de lei sobre a matéria para a Câmara Legislativa.
Por outro lado, o deputado federal Luiz Pitiman (PMDB) entrou com um mandado de injunção no Tribunal de Justiça do DF (TJDFT). Nesta ação o pedido de posicionamento é feito para o Executivo e o Legislativo.
A demora
Foi pedido ao Tribunal de Justiça que reconheça esta lacuna e determine ao governo que o inicie o processo legislativo necessário. O senador Rodrigo Rollemberg (PSB) é defensor do voto direto para a escolha dos administradores regionais e inclusive é autor da proposta de emenda à Constrituição (PEC) sobre o tema, que atualmente tramita  na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. O senador espera acelerar a movimentação do projeto nos próximos meses.
PROFISSIONALIZAR
Segundo o senador, tão importante quanto a participação popular é a profissionalização do quadro de funcionários das administrações por meio de concurso público.
Para Rollemberg, o corpo funcional das administrações deve ser formado majoritariamente por servidores concursados, com poucas excessões para chefes de gabinetes e assessores.
O presidente da Câmara Legislativa, deputado distrital Wasny de Roure (PT), avalia positivamente a ação do Ministério Público. Segundo o parlamentar, a Lei Orgânica apresenta diversos estímulos para a participação popular na condução do DF sob diversas maneiras, a exemplo das audiências públicas já consolidadas.
Para Wasny, na discussão sobre a participação popular é preciso de muito para definir qual poderá ser a melhor forma de aplicação, considerando que alguns exemplos são o voto direto, debates sobre a realidade da cidade ou lista tríplice. Aos olhos do representante Legislativo, seria interessante que o MP formulasse uma agenda ouvindo diretamente a população.
Atuação mais completa
A nova ação do Ministério Público tem ligação com a ADI que redefiniu o cálculo de comissionados do GDF. Recentemente, o Tribunal de Justiça considerou procedente a ADI que solicitou que o governo respeitasse o limite de 50% para a ocupação de cargos comissionados em cada órgão público. Até aquele momento, o governo fazia o cálculo considerando toda a folha do GDF. Com isso, não havia impedimentos para criação ilhas de comissionados, especialmente nas administraçoes regionais. Para Suxberger, espera-se que, ao reestruturá-las com atenção à legalidade e à moralidade, o DF chame a população a participar da gestão da cidade.
Eles não fizeram nada
O mandado de injunção é um recurso jurídico que cobra dos governantes medidas para que sejam preenchidas lacunas jurídicas de temas previstos pela lei. Por esta razão, o deputado Pitiman considera que este é o melhor caminho para resolver a questão das administrações.
Em nota, o Secretaria de Comunicação afirmou que o GDF está ciente da ADI e do mandado de injunção e que se pronunciará oportunamente sobre esta “omissão de 20 anos na vida política da cidade”.
O que incomoda
O especialista em administração pública da Universidade de Brasília (UnB), José Matias-Pereira lembrou que parte da insatisfação popular vista nas ruas nas últimas semanas também é decorrente da má gestão pública.
Informações Blog do Ataíde / Clicabrasilia.com.br

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: