Mulher é presa por vender lotes de terreno invadido no Sol Nascente em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Uma
mulher de 32 anos foi presa em flagrante acusada de vender lotes de um terreno
invadido no Sol Nascente. Cada pedaço de terra era comercializado por R$ 28
mil. Ela concluía um dos trâmites na tarde desta terça-feira (5/4) e foi
encontrada pela Polícia Civil (PCDF) após denúncia anônima.
O
local invadido é a Chácara 128, um local já cercado e limpo. A mulher presa
hoje trabalhava com outras duas pessoas, já detidas, responsáveis tanto pela
venda quanto pela manutenção do terreno. O caso era investigado há quatro
meses. A perícia será realizada amanhã, e, caso seja comprovado danos à
natureza, a quadrilha também deve ser acusada de crime ambiental.

*Informações e imagem Correio Braziliense

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: