Nota do GDF sobre invasão do MTST em Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Representantes do Governo do Distrito Federal participaram ontem de Audiência de Conciliação no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), que tem como base a ação de reintegração de posse de área pública na Ceilândia, ocupada ilegalmente pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).
Na audiência, o GDF reiterou o posicionamento que já havia exposto, de que está aberto ao diálogo mas que não permitirá invasões ou ilegalidades e ainda acredita que a desocupação posse ocorrer de forma voluntária, em respeito à decisão judicial.

A política habitacional do GDF é clara e transparente e respeita os critérios de igualdade e equidade. Os representantes do movimento e suas famílias têm o direito de se cadastrar nos programas habitacionais e sociais, respeitando as normas estabelecidas para os mesmos.

Os representantes do movimento, no entanto, querem que o governo permita que eles permaneçam na área invadida até o recebimento de moradias, o que significaria dar tratamento privilegiado a um grupo de cidadãos, em detrimento dos demais cadastrados.

Diante da continuidade do impasse, ficou decidido que haverá mais uma rodada de negociação entre as partes, marcada para as 17h desta quarta-feira (16/5), na Secretaria de Governo do DF. O juiz responsável pelo processo manteve a data de 20 de maio para que as famílias saiam voluntariamente do local.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: