Novo Presidente explica saída de Izalci da presidência do PR.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Por Elton Santos – De recesso do Congresso Nacional, o deputado federal Ronaldo Fonseca (PR/DF) mantém diversos compromissos parlamentares. E agora, como presidente regional do Partido da República. Ele substituiu, no início da semana, o também federal, Izalci Lucas.

Em entrevista ontem (04), ao programa Diário Brasil, da TV Gênesis, o deputado Fonseca disse que por causa dos conflitos ideológicos entre Izalci e o restante da legenda, já previa a situação. A Executiva Nacional do PR foi quem determinou a substituição. “Eu já sabia disso lá atrás, no momento que existia um impasse partidário”. Mas ressalva: “nunca desejei isso”, afirma Ronaldo Fonseca.

Segundo o deputado Fonseca, Izalci era o único na legenda, em Brasília, que contrapunha o
GDF e por isso atraía insatisfação de outros republicanos. “Como presidente tem que ouvir
outros membros do partido”, disse referindo-se ao deputado Izalci.

Sua justificativa para manter-se na base do governo é para não travar a máquina
pública. “Brasília está precisando de unidade política e não de ‘picuinhas’”, comentou o novo presidente do PR/DF.

Ronaldo Fonseca é um dos parlamentares que defende com unhas e dentes o governo
de Agnelo na Câmara Federal. Ele acredita numa melhor situação neste ano. “Em 2012 a
população vai enxergar os investimentos”, sustenta.

Izalci Lucas por sua vez, já disse em entrevista os membros do PR que não se opõe a Agnelo, é porque tem cargos no governo. Por causa da insatisfação de Izalci, acredita-se na saída dele do partido. Entramos em contato com o ex-presidente para comentar esta afirmativa, mas sem sucesso.

Na entrevista, Ronaldo Fonseca também falou sobre sua atuação como iniciante na Câmara e de suas propostas. Como no caso do Projeto de Lei de Responsabilidade Social que classifica como crime de improbidade administrativa o gestor público que devolver dinheiro do orçamento sem uma explicação plausível. Isso ocorre quando o governo tem dinheiro em caixa para áreas deficitárias e não usa.

Com outro projeto de sua autoria, o deputado quer mudar a forma de contratação de
comissionados no governo. De acordo com Ronaldo Fonseca, muitos deputados viram
despachantes para arrumar empregos para cabos eleitorais.

Blog do Odir/ Diário Brasil – TV Gênesis, canal 30 UHF e 26 da NET

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: