Observatório de Ceilândia pretende debater os problemas da cidade

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Um grupo
de moradores iniciou nesta segunda-feira (26), os preparativos para a
implementação de uma ação que pretende por meio da observação e do debate, ter
um olhar mais crítico da região administrativa de Ceilândia. Trata-se do
Observatório de Ceilândia, movimento apartidário idealizado com a missão de
discutir e sugerir mudanças positivas a administração pública da cidade.
O
movimento, que vem sendo coordenado pelo estudante universitário Douglas
Protázio, pretende realizar encontros para discutir os problemas na cidade e
propor soluções. De acordo com o universitário, a ação vai se guiar por três caminhos:
a observação, a sugestão e a cobrança junto ao poder público.
O movimento ainda está em fase de organização, mas já recebeu a sinalização
positiva de diversos setores da sociedade ceilandense que manifestaram o
desejo de participar. O coordenador conta que, para alcançar o maior número de
pessoas, está sendo pensado a criação de um aplicativo para celulares e um
website para acolher as demandas da população. A princípio, as atividades do
fórum serão realizadas em um grupo no Facebook (https://goo.gl/21W6mk) e no WhatsApp.
“Tudo que
for interferir negativamente na cidade, o movimento vai atuar, já que Ceilândia
conta com pessoas influentes que podem ser catalisadores destas mudanças”,
disse Protázio, que ainda salientou que as sugestões colhidas na ação poderão
se tornar projetos que serão encaminhados para a administração regional.
O vendedor
Daniel Victor, aprovou a criação do movimento. “É uma ideia muito
interessantes, ainda mais com a possibilidade de se atingir todos os bairros da
cidade”, disse Daniel.
A
expectativa é que o início dos trabalhos do Observatório de Ceilândia ocorra em
maio.
Da redação

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: