Ocorrências do 4º Curso Tático Operacionalda PMDF

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Arma apreendida em ponto de bloqueio

Alunos do 4º Curso Tático Operacional (CTOP) realizaram um ponto de bloqueio no início da noite de ontem (25), na Rodovia BR 070, quilômetro 16, sentido Águas Linas – Ceilândia. Por volta de 18 horas, os policiais viram um carro VW Gol de cor amarela e uma moto Honda Bis pararem 30 metros antes da blitz. Um dos ocupantes do Gol jogou um objeto pela janela, foi quando os policiais foram até lá para realizarem a abordagem.


Quatro dos cinco ocupantes do Gol tentaram fugir a pé, mas foram impedidos pelos policiais militares. O condutor do Gol e da moto também tentaram fugir, mas também foram impedidos. Nas imediações foi localizada uma pistola calibre 45 com 6 munições intactas. Os policiais verificaram que o motor do Gol estava com a numeração adulterada. 
Todos foram levados até a 24ª Delegacia de Polícia onde um dos ocupantes do VW Gol foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e o outro foi autuado por adulteração veicular.
Os alunos do 4º CTOP responsáveis pela prisão foram: Mendes, W. Souza e Camargos, acompanhados do instrutor Maurício Alves da Rotam.
Autor de roubo preso dentro de ônibus

Pouco tempo depois, no mesmo ponto de bloqueio, os alunos do 4º CTOP Jacó e Vargas, junto com o instrutor Moisés abordaram um ônibus. Antes do veículo parar por completo, o aluno Jacó viu um dos passageiros escondendo um objeto atrás da cadeira do motorista. Quando a abordagem aos passageiros do coletivo foi iniciada, o aluno foi direto ao ponto onde o passageiro havia escondido algo e localizou uma faca. Ele também encontrou o passageiro e com ele foi achado um telefone celular, 180,00 reais em dinheiro e uma carteira de passe livre do Governo Federal. 
Os policiais ligaram para os números do celular e souberam que o telefone pertencia a uma mulher dona de um comércio localizado em Águas Lindas de Goiás. Na 24ª DP, os policiais descobriram que o homem tinha feito um roubo num comércio em Águas Lindas na noite anterior (23). A vítima foi até a delegacia e reconheceu o indivíduo que já tinha passagem por roubo, artigo 155 do Código Penal.
Preso por falsificar documento público

Ainda no mesmo ponto de bloqueio, o aluno Valter, apoiado pelo instrutor Emilisson, abordou um GM Vectra com o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) adulterado. Os policiais descobriram a fraude quando viram que estava escrito no documento “VW Vetra” e a unidade federativa do CRLV era diferente da constante na placa do veículo.
Na delegacia foi descoberto que o condutor do Vectra teve o documento original do carro recolhido por agentes de trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Ao invés dele recuperar o documento de maneira lícita, ele adquiriu em circunstâncias ainda não esclarecidas um CRVL em branco. O condutor, ao que tudo indica, acabou escrevendo erroneamente “VW Vetra” e trocado a unidade federativa.
Ele foi autuado por falsificação de documento público e documento adulterado. O carro ficou apreendido para averiguação.

Ascom PMDF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: