Olimpíadas motivam estudantes de Ceilândia que vão participar dos Jogos Escolares da Juventude

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A poucos dias do início dos
Jogos Olímpicos Rio 2016, o esporte é um assunto em voga no país. E nas escolas
da rede pública de ensino do Distrito Federal não teria como ser diferente.
Motivados pelas Olimpíadas – que acontecerão pela primeira vez na América do
Sul – estudantes com idade entre 12 e 14 anos também estão pensando nos Jogos
Escolares da Juventude, que serão disputados em setembro, na cidade de João
Pessoa, na Paraíba.

Para se credenciarem na
disputa nacional, os atletas precisam participar dos Jogos Escolares do
Distrito Federal (JEDF) que, em 2016, chegam a sua 56ª edição. A competição
local é dividida em duas categorias: de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos. Na
primeira, resta apenas a realização da competição de ginástica rítmica para
definir a delegação representante do DF. A disputa da modalidade está prevista
para 27 de agosto. Além dos 166 competidores de 14 modalidades (12 delas
olímpicas), viajam para João Pessoa os dirigentes, técnicos, médicos,
fisioterapeutas e jornalistas, totalizando 190 pessoas na delegação.

Valdeci Moraes é o técnico que
vai acompanhar o time de handebol da Capital. Ele avalia que a proximidade
física das Olimpíadas desperta nos jovens o interesse por modalidades que
culturalmente não possuem a mesma popularidade do futebol e do vôlei, por
exemplo. “A meninada vai poder acompanhar de perto algumas modalidades que não
têm tanta visibilidade, como o próprio handebol. Isso incita a curiosidade
delas sobre as categorias menos exploradas pela mídia”, argumenta o professor
de Educação Física, que dá aulas no CEF 13 e no CED 6 da Ceilândia.

Uma de suas tutoradas, a aluna
do CEF 13 Ceilândia, Ana Carolina Gonçalves, está com boas expectativas para o
evento. Ela acredita que, com a atual performance do time, será possível
conquistar o primeiro lugar. “Depois de termos vencido a final dos Jogos
Escolares, agora a gente espera a tão sonhada medalha de ouro”, diz. Ela também
cita as Olimpíadas como um estímulo para o surgimento de novos atletas. “Com
certeza, vai contribuir bastante”, projeta otimista.

Jogos Escolares do DF

Organizado anualmente pela
Secretaria de Educação desde 1961, o evento esportivo reúne estudantes de todas
as regiões administrativas do Distrito Federal. Mais de 4200 alunos se
inscreveram na categoria mais jovem da competição, contabilizando a
participação de 190 escolas do DF – 119 públicas e 71 de particulares. A região
com maior número de instituições participantes é o Plano Piloto, seguido por
Ceilândia.

Segundo o gerente de Educação
Física e Desporto Escolar da SEDF, Luís Maurício Montenegro, a competição é
importante “porque democratiza o acesso ao esporte”. “A gente trabalha na
perspectiva da educação integral. Acreditamos que a educação se dá em
diferentes espaços e não apenas na sala de aula. E o esporte tem esse
potencial. Entre outras coisas, ele estimula o contato entre os estudantes e
ensina eles a lidar com a vitória e com a derrota”, pondera.

*Informações da Secretaria de Educação DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: