Ônibus desgovernado destrói muro e invade casa no P Sul

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Um ônibus desgovernado desceu uma ladeira no setor P Sul, em Ceilândia, e acabou invadindo uma casa, por volta das 8h desta quarta-feira (13/4), na QNP 14, Conjunto B. O muro, o portão, e o cômodo da residência com vista para a rua foram destruídos. O motorista do veículo, que pertencia à empresa “Expresso Deus Maravilhoso” (placa KOE-7958, DF) fazia alguns ajustes no sistema de freios quando o carro começou a se mover sozinho, descendo a via de ré. A parte da frente ficou atravessada na rua, interrompendo o trânsito, enquanto a traseira ocupava o cômodo.

O dono da casa, Stanisley Ferreira, 31 anos, falava ao telefone quando o acidente ocorreu. Ele conta que foi salvo pelo sofá, que amorteceu o impacto. “Se eu tivesse sido arremessado contra a parede, nem sei o que iria acontecer. A minha sorte foi que o sofá foi atingido primeiro, mas quando consegui levantar, já estava na cozinha”, relata. Após o incidente, Stanisley reclamava de dores nas costas, mas recusou atendimento hospitalar.

Estrutura condenada
Membros da Defesa Civil estão no local e já condenaram a estrutura da casa. O proprietário terá de procurar por serviços que definam um laudo técnico que decidirá se o imóvel terá de ser demolido ou se bastam reformas para que seja liberado. A Polícia Civil não registrou a ocorrência e caberá às partes prejudicadas procurar uma delegacia. Nenhuma perícia foi feita no local. Por volta das 11h, o ônibus foi retirado por um guincho e levado para a rua de cima.

Stanisley é representante comercial e não sabe como vai trabalhar a partir de agora. Para a profissão, ele necessita do carro, um Siena preto (placa, JIY-9825) que teve as rodas empenadas e a parte lateral parcialmente destruída. O prejuízo só não foi maior porque, tanto o ônibus quanto o carro tinham seguro “Agora é esfriar a cabeça e decidir o que vou fazer”.

O dono da casa e a esposa ainda não definiram onde irão passar a noite de hoje. O casal possui uma cadela pit bull, Meg, de 4 anos, que foi salva por pouco de um atropelamento. Ela estava no quintal quando a casa foi atingida e saiu ilesa debaixo do ônibus. Apesar do susto, o animal passa bem e, por enquanto, ficará na casa de vizinhos.



http://www.correiobraziliense.com.br

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: