ONS E OFFS, por Lívio Dí Araújo.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Varredura

Tanto GDF quanto Câmara Legislativa estão tentando descobrir e processar blogueiros e tuitteiros que publicam ataques pessoais aos políticos do Executivo e do Legislativo. A busca está intensa. Segundo uma fonte, existe área da Polícia Federal trabalhando incansavelmente para encontrar os “fakes”.

Notícias Peessedistas

Um: A deputada distrital Liliane Roriz (PRTB) será convidada pelo PSD, agora formalmente, para integrar a legenda. A parlamentar já havia sido sondada. Dois: As oposicionistas Celina Leão e Eliana Pedrosa que migraram para o novo partido garantem que continuarão na oposição. Três: Um partido que seria entregue para a deputada federal Jaqueline Roriz (PMN) e que acabou indo para as mãos do ex-governador Rogério Rosso, com aval do ex-governador Joaquim Roriz (PSC), vai mesmo ser um partido de centro em um governo petista? Quem acredita levanta a mão?!

Chantagem branca

Continuando com o assunto PSD, fechamos com a dedução que muitos aliados do Executivo hoje estão praticamente fazendo uma “chantagem branca” com o governo. O plano é simples: eles anunciam a ida para o PSD. O governo chama para uma conversa (tudo o que eles sempre quiseram). Cede em alguns pontos. E pronto. O deputado fica (de onde ele sequer tinha intenção de sair mesmo). E o governo acha que fez um bom acordo.

Começou!

Com aval do tucano Virgílio Neto, o deputado distrital Washington Mesquita será o primeiro novo integrante do PSD que terá problemas com a Justiça, como já havia adiantado a coluna. O partido decidiu que entrará no Tribunal Regional Eleitoral com uma ação para reaver o mandato do deputado por abandono da legenda depois das eleições e também deliberou que os filiados que fizerem parte da direção partidária e ocuparem cargos, por indicação política do deputado na CLDF serão imediatamente licenciados, permanecendo apenas como filiados comuns.

Chocante e imoral

Gravíssima denúncia feita ontem pelo deputado distrital Chico Vigilante (PT) que pediu, publicamente, em uma reunião com os administradores regionais, o fim do “esquema de desvio de recurso nas administrações regionais”. O suposto esquema abrange, segundo Vigilante, até superfaturamento de eventos como shows e espetáculos, inclusive religiosos, beneficiados por destinação de emenda parlamentar. “Este esquema existe em todos os segmentos do governo, inclusive nas Administrações Regionais, e nós precisamos achar a raiz para acabar, porque ele ainda continua lá, à revelia do administrador”, pediu o deputado. Com a palavra, o Ministério Público do DF, a oposição e o próprio deputado. A frase “este esquema existe em todos os segmentos do governo” é chocante e imoral.

Vixe

O secretário de Ciência e Tecnologia, Gastão Ramos, fez questão de avisar à coluna, que havia noticiado sobre a impossibilidade de acessar internet gratuita nos locais onde o GDF havia anunciado ter rede – área central de Brasília –, que a internet já está funcionando normalmente nestes locais. A coluna checou e constatou: é verdade. O problema todo foi que nas quadras residenciais próximas, como, por exemplo, a 102 Sul, também tem internet de graça. Ou seja… vem dor de cabeça entre GDF e operadoras por aí. Já, já…

Por Lívio di Araújo.

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: