ONS E OFFS, por Lívio di Araújo.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Eita ele na Casa Cor

Sábado foi dia de mudar a decoração na casa do ex-governador e ex-deputado distrital Wilson Lima (PR). Ele esteve em uma loja de móveis e decoração – uma das mais caras de Brasília –, juntamente com a mulher, e torraram, pasmem, R$ 70 mil em móveis novos para a residência do casal. Mesa, cadeiras, sofás, e até almofadas de R$ 400 fizeram parte da listinha de Lima. O ex-governador, contudo, chegou a economizar R$ 3,9 mil. É que a compra havia dado R$ 73,9 mil, mas Lima conseguiu desconto. Será que pagou à vista?

Notas


Ave de mau agouro

A assessoria da Sedest entrou em contato com a coluna ontem para contestar a informação dada com exclusividade sobre a volta da deputada distrital Arlete Sampaio (PT) para a Câmara Legislativa. De acordo com a assessoria da secretaria, a notícia seria “desconhecida até mesmo pela equipe da Sedest, incluindo Arlete”. A coluna, contudo, lamenta ter sido a “ave de mau agouro”, mas reafirma a articulação que levará a secretária de volta ao Legislativo. A coluna ressalta ainda que, segundo fonte, Arlete teria acatado sua volta à Câmara e ganhado apoio à sua candidatura como presidente da CLDF em 2013/2014.

Érika ou não Érika?

Mais um bastidor surgiu ontem sobre a saída de Arlete Sampaio da Sedest: a deputada federal Érika Kokay (PT) teria sido sondada como futura secretária de Desenvolvimento Social do DF. A informação foi passada por uma fonte do próprio PT. Porém, vale destacar, que segundo outra fonte governista, o nome de Kokay já teria sido descartado pelo Executivo. “Ela já ‘aprontou’ demais”.

Honorários

O advogado Antônio Lins toma posse hoje como presidente da Terracap, no lugar de Luis Carlos, escalado pelo governador Agnelo Queiroz (PT) para ser o novo secretário de Fazenda do DF. Lins estava como diretor comercial da empresa há cerca de dois meses, segundo fonte. Ainda segundo a fonte, Antônio Lins pertence ao escritório de advocacia de Alcoforado, que faz a defesa do governador Agnelo.

Guerra de números

Conforme adiantou a coluna, o PPS-DF se reuniu na noite de ontem para afinar o discurso a ser usado no encontro de hoje, às 9h, com o diretório nacional do partido. Segundo uma fonte, o presidente da legenda, Roberto Freire, já estaria ajudando na articulação de manter morta a questão levantada por Raul Jungmann (presidente do PPS em Pernambuco) sobre a possível saída do PPS local da base do governo Agnelo. “Somos o segundo maior diretório do partido no país, com mais de mil membros ativos. Em Pernambuco, são pouco mais de 150”, disparou a fonte. Caso Jungmann reforce o assunto, o PPS-DF divulgará nota de repúdio à interferência do PPS-PE na legenda.

Seu delegado

(Nota para ser lida ao som do forró “Seu delegado prende o Tadeu”). Pois bem… “prende o Tadeu” que dirige falando ao celular, seu delegado. Mas êpa, espere aí… Seu delegado, o deputado distrital Dr. Michel (PSL) foi visto ontem, entrando na Câmara Legislativa em sua Hilux preta, às 17h53, dirigindo e falando ao celular! Podem soltar o “Tadeu” que “seu delegado” surtou!

Um nó

Irritante pessoas que tentam induzir as pessoas de que esta coluna estaria a serviço de político A ou B. Não é verdade! O fato de, na maioria das vezes, as notas não ouvirem os dois lados é simplesmente porque escrevo uma coluna de bastidores, com ajuda de fontes dos mais diversos cantos. A coluna é um espaço de opinião. A do colunista. Ou seja, as notas devem conter as especulações e bastidores da articulação política e a minha opinião. Estou à serviço da sociedade. De ninguém mais!

Sessão solene na Câmara Legislativa comemora hoje, às 19h, o aniversário de três décadas da Câmara do Livro do Distrito Federal. A marca coincide com o número de edições da Feira do Livro de Brasília, que neste ano reuniu um público de 120 mil pessoas no Pavilhão ExpoBrasília. A homenagem é do deputado Professor Israel.

Sabe qual é o cúmulo do amor próprio? O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), assinou um decreto concedendo a si próprio uma medalha de homenagem. O documento, publicado ontem no Diário Oficial, determina a entrega da insígnia “Cruz de Ferro”, da Brigada Militar (equivalente à PM de outros Estados), a oito pessoas que se destacaram no apoio à corporação. O governador petista foi o único civil homenageado. Está bom para vocês?

Por Lívio di Araújo.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: