ONS E OFFS, por Lívio di Araújo.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Vigilante e fashion

O Capital Fashion Week foi destaque na sessão de ontem na Câmara Legislativa. O deputado Chico Vigilante (PT) subiu à tribuna para ressaltar a importância do evento, que acontece entre os dias 28 e 30 de novembro, na Câmara Legislativa. “Trata-se de evento que movimenta o DF. Nas duas edições anuais, o CFW recebe ampla cobertura da imprensa nacional e internacional, inclusive das principais emissoras de TV”. Parece que Vigilante, pelo apoio que deu à realização do evento (contrariando alguns deputados que foram contrários a um evento de moda na sede do Legislativo), é um dos poucos antenados da Casa.


Notas

Volta sim

Após vazamento da informação de que a deputada distrital Arlete Sampaio (PT) deixaria a Sedest para voltar à Câmara Legislativa, o mal estar causado com a nota publicada com exclusividade pela coluna pode prorrogar a estadia de Arlete na Secretaria. Segundo fonte, a distrital voltaria no dia 30 para a Casa. Mas como a suplente Rejane Pitanga (PT) não havia sido comunicada (ainda) e a notícia teria vazado por meio da imprensa, a estratégia agora é acalmar os ânimos e deixar Arlete no governo um pouco mais. Um pouco, apenas. “Ela volta!”, assegurou a fonte.

Cadê a gravata?

O deputado distrital Raad Massouh (DEM) cometeu uma gafe ontem ao entrar no plenário da Câmara Legislativa sem gravata – o que é proibido pelo regimento interno da Casa. Raad não apenas ficou alguns minutos no plenário, como respondeu presença. Mas se por um lado o deputado deslizou, por outro, sua assessoria mostrou-se bem antenada: tratou de providenciar uma gravata para o parlamentar que, tempo depois, reapareceu. Devidamente engravatado.

Arapongagem

A deputada distrital Eliana Pedrosa (PSD) enquadrou os governistas ontem ao cobrar do presidente da Câmara, deputado Patrício (PT), providências quanto à declaração do coronel da Polícia Militar Rogério Leão, chefe da Casa Militar do GDF, em um vídeo que circula pela internet. Na gravação, ele explica os procedimentos de varredura de grampos e comenta sobre possível esquema de arapongagem. A distrital cobrou explicações do coronel sobre os procedimentos de varredura e ainda pediu a Patrício que fosse feita nova varredura na Câmara para detectar possíveis grampos nos gabinetes dos deputados. A base calou-se…

Pequeno magia

O deputado federal ACM Neto (DEM) está na disputa do “homem mais sexy do mundo” feita pela revista gay “Junior”. Na lista figuram outros nomes entre os de atores e modelos e até padres. ACM Neto já há algum tempo despertou o “carinho” do público LGBT. Em 2008, por exemplo, venceu uma enquete do portal Mix Brasil (também voltado ao público gay) como o político mais sexy da CPI do Congresso Nacional. Venceu com folga em votação recorde.

Um nó

O deputado distrital Wellington Luiz encaminhou ao GDF indicação sugerindo à Secretaria de Educação e de Segurança Pública o reconhecimento e implantação do Curso de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas. O secretário de Educação, Denílson Bento, respondeu por meio de ofício que a Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação se pronunciou favorável à realização do curso destacando que sua implementação irá permitir ao profissional de Educação, ampliar seus conhecimentos para melhor atuação nas situações de risco enfrentadas, possibilitando a promoção de ações para a cultura da paz.

A primeira reforma ministerial do governo Dilma promete colocar fim aos escândalos envolvendo os ministros Mário Negromonte (Cidades) e Carlos Lupi (Trabalho). Segundo reportagem do jornal Globo, o Planalto já avisou o PP e PDT que os ministros sairão do governo. Ao PP o governo garantiu que o partido ficará com a pasta e pediu a apresentação de um substituto de consenso. No caso do PDT, não há essa garantia.


Por Lívio di Araújo

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: