Operação contra tráfico de drogas na Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Um mês de monitoramento para identificar o tráfico de drogas na região da QNN 3, em Ceilândia Norte, a Coordenação de Repressão a Drogas (Cord) da Polícia Civil prendeu, hoje, três homens e apreendeu um adolescente de 17 anos. Sete pessoas que compravam drogas foram detidas, prestaram depoimento e foram liberadas após assinarem um termo circunstanciado.

Nesses dias da Operação Pente-Fino, os policiais descobriram que os traficantes usavam o entulho e o lixo acumulados para esconder as porções de entorpecentes e até mesmo para fazer as negociações. Mais de cem policiais trabalharam na operação, cumprindo 16 mandados de busca e apreensão. Nas buscas foram apreendidos 350 gramas de crack, equivale a aproximadamente mil pedras, normalmente vendidas por R$ 3 a R$ 10, além de porções de maconha, merla, cocaína, dez comprimidos de Rohypnol e R$ 640 provenientes do tráfico.

Segundo o delegado da Cord, Luiz Alexandre Gratão Fernandes, os traficantes chegavam a ameaçavam os garis para não retirarem o lixo, de modo a facilitar o esconderijo dos entorpecentes.
Na manhã de hoje, funcionários da Administração de Ceilândia, com escolta da PC-DF, foram à região retirar o entulho.

O delegado disse que a operação vai continuar e que os presos de hoje são os pequenos traficantes, sendo a intenção prender os maiores. A área é considerada um ‘ponto quente’, caracterizado como um dos maiores pontos do tráfico no Distrito Federal.

Foram presos Claudionor Antonio de Freitas, 36 anos, Renato Barbosa de Fonseca, 30 anos, Euclides Leonardo Ferreira, 18 anos. Os dois primeiros têm passagem por tráfico de drogas. Eles vão responder por tráfico de drogas e se condenados podem pegar de 5 a 15 anos de reclusão.


Fonte: Jornal Coletivo

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: