Oposição denuncia suposta mutreta na licitação dos ônibus do DF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Foto: Divulgação - Arquivo Notibras

A licitação de ônibus para o transporte público do Distrito Federal voltou a gerar discussão entre os deputados distritais, durante a sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quarta-feira (28). A deputada Celina Leão (PSD) apresentou questionamentos sobre a licitação para colocação de novos ônibus no DF.
Segundo ela, as informações e documentos repassados na semana passada por integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Curitiba (PR) apontam para a atuação no DF de um grupo paranaense com várias denúncias e já condenado a devolver R$ 150 milhões para a prefeitura do estado, por conta de irregularidades praticadas em Guarapuava (PR).

De acordo com Celina, o mesmo grupo “criminoso” registra denúncias de irregularidades em pelo menos quatro cidades e agora está agindo no DF. “Eles já foram condenados a devolver dinheiro numa pequena cidade, imagine o que acontecerá aqui”, afirmou. A parlamentar pediu ajuda para os colegas na fiscalização da licitação em curso no DF. “Nós queremos a melhoria do transporte público e ônibus novos, mas não podemos aceitar milhares de reais em subsídios”, enfatizou.
O deputado Chico Vigilante (PT) rebateu os questionamentos apresentados pela deputada e ressaltou que “no DF não tem maracutaia na licitação do transporte público, e o governador e o secretário de Transporte são sérios e honestos”. Vigilante destacou que a atual licitação já passou por várias análises da Justiça por causa da tentativa de alguns grupos em prejudicar seu andamento, mas todas fracassaram.
O presidente da Câmara Legislativa, deputado Wasny de Roure (PT), pediu que Celina Leão envie cópias dos documentos mencionados por ela para os gabinetes de todos os deputados, para poderem estudar o caso.
Informou Notibrás.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: