Pastor acusado de pedofilia teria feito três vítimas em Águas Lindas.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O pastor José Roberto Gois, 36 anos, preso nesta quinta-feira (17), é acusado de abusar sexualmente de três crianças em Águas Lindas (G0), cidade da região do entorno do Distrito Federal. 

A primeira denúncia contra o pastor foi feita no mês de abril, na DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) pela mãe de uma das vítimas, um menino de 4 anos. Uma menina de 8 anos e outra de 14 também teriam sido abusadas. Os pais das garotas suspeitam de que os abusos venham ocorrendo desde 2006. À época, a menina que tem hoje 8 anos de idade, era ainda um bebê de 2 anos.

Para a polícia, Gois pode ter abusado de mais outras sete supostas vítimas.

O pastor não assume nenhum dos casos. Ele será transferido para o presídio de Águas Lindas e responde a estupro de vulnerável. A pena para o crime cometido é de 8 a 15 anos de reclusão, por vítima.
informações do R7

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: