Pastor é preso na Ceilândia por porte ilegal de arma.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Mais um pastor é preso no DF, dessa vez por porte ilegal de arma de fogo. Jessér Marques de Matos, de 36 anos, foi preso em Ceilândia, por volta de 3h desta quarta-feira (1/2). Segundo o delegado chefe da 23ª Delegacia de Polícia (P Sul), Yuri Fernandes, foi encontrado com o religioso uma espingarda Puma, de calibre .38 e muitas munições.

Ainda de acordo com o delegado, um fato chamou bastante a atenção da polícia. Essa espingarda também veste outro calibre, o 357, que é de uso restrito e além disso, um silenciador. O delegado explica que esse outro elemento só é usado em operações especiais da polícia ou que necessitem de um atirador de elite, nunca em operações rotineiras, já que nem a polícia pode utilizar esse tipo de camuflagem.

Conforme o depoimento pretado à polícia pelo pastor, ele não contou de quem e nem porque comprou a arma. Segundo o orientador religioso, ele tentou entregá-la na 23ª DP, mas o balcão estava cheio e mudou de ideia.

Yuri Fernandes explicou que essa apreensão faz parte de uma campanha da Secretária de Segurança Pública para diminuir o crime no Distrito federal, em que a Polícia Militar, Civil e a Divisão de Operações Especiais (DOE) estão envolvidos.

Ele relata que o pastor já estava sendo monitorado, a partir de uma denúncia anônima. A apreensão na QNP 30, foi feita com cuidado, eles tiveram que esperar o melhor momento, já que o calibre 357 é capaz de quebrar o osso da perna de uma pessoa.

O religioso já tinha passagem pela polícia por desacato e uso de uniforme ou distintivo legítimo, no caso, uma gandola (similar a uma jaqueta) das Forças Aéreas Brasileiras (FAB). Se condenado poderá pegar entre três e seis anos de prisão.




Informações do Correio Web.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: