PGR denuncia Gim Argello por crimes contra lei de licitações

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Rompido com o governador do DF, Agnelo Queiroz, o senador e presidente do PTB-DF, senador Gim Argello (DF),  foi denunciado nesta quarta-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, por crimes contra a lei de licitações.
O documento foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas a Procuradoria-Geral da República (PGR) não informou o teor dele. Líder do PTB no Senado, Argello é acusado de fraudes quando era presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, entre 2001 e 2002.

O ministro Gilmar Mendes, relator do processo, deve levar o caso para análise do plenário, que decidirá ou não se aceita a denúncia. Caso o STF aceite, uma ação penal será aberta e o senador será réu no processo. De acordo com a PGR, Gim Argello dispensou de forma irregular uma licitação para aluguel de equipamentos de informática e contratação de serviços na área.
A denúncia foi baseada em um parecer de 2003 do Tribunal de Contas (TC) do Distrito Federal, que apurou prática de ato antieconômico por Argello, que era presidente da Câmara Legislativa. O prejuízo teria sido de mais de R$ 1,6 milhão aos cofres públicos.
Fonte: estaçãodanoticia

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: