Polícia Civil do DF: Delegada vai cortar na própria carne.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A 1ª Delegacia de Polícia de Brasília está investigando um caso que pode ter repercussão nacional. A delegada Mabel Faria, titular da delegacia, descobriu um esquema de confecção de dossiês. Envolve policiais civis e militares.
A delegada revelou

que o esquema criminoso será desvendado. E que existe participação de policiais civis (escrivão e agentes), mancomunados com criminosos, que praticam o crime de extorsão e chantagem com escutas clandestinas. Muitas vezes, usando até a estrutura da polícia.

Recentemente, um escândalo, envolvendo a Caixa Beneficente da Polícia Militar do DF (CABE), revelou a participação de policiais civis, furtando documentos e até vídeos, com imagens que incriminavam membros da diretoria.
A delegada disse que vai chegar a fundo nas investigações. E promete cortar na própria carne. Já há fortes indícios da participação de um escrivão e dois oficiais que fabricam dossiês, chegando até a abastecer a mídia local.
A escuta clandestina tem como finalidade extorsão, pois não tem nenhum valor jurídico dentro do inquérito.

Por Mino Pedrosa

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: