Polícia prende suspeito por morte de Emilly Cristiny, morta em um parque de Taguatinga

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Na manhã desta quarta-feira (1º), a Polícia Civil prendeu um suspeito de envolvimento na morte da adolescente Emilly Cristiny da Silva, de 14 anos. Segundo a corporação, o homem foi prestar depoimento na delegacia sobre possíveis agressões contra a companheira e ficou detido.
Ao chegarem no endereço, na QNP 17, no P. Norte, eles desconfiaram que o acusado seria o homem apontado pela família de Emilly como o responsável pela morte da menina. As suspeitas aumentaram quando a esposa do acusado começou a gritar que ele teria matado a garota. Os parentes da adolescente colocaram fotos dele em uma rede social. Tatuagens mostradas nas imagens eram similares às apresentadas pelo suspeito.

Bastante alterado, o homem  teria confessado participação no crime. Outras três pessoas também estariam envolvidas. A polícia suspeitou da atitude do rapaz e iniciou as investigações. 
Emilly foi encontrada morta no último dia 18, no Parque Lago do Cortado, em Taguatinga Norte, na QNF 24. Com o corpo já em decomposição, a menina estava com pés e mãos amarradas, além de sinais de violência sexual. A perícia também apontou uma fratura no crânio.
A polícia segue com as investigações.


Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: