Polícia prende homem suspeito de matar mulher em Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Correio Web – A polícia prendeu o suspeito de assassinar uma comerciante em frente à casa dela, em Ceilândia, no último dia 15. A prisão ocorreu na quarta-feira (11/12). 



Logo após estacionar o carro, onde estava com o marido, o assaltante abordou o casal. Na abordagem, após suposta reação de uma das vítimas, o criminoso atirou contra Helma Aparecida Alves, de 48 anos, e fugiu. Investigadores descobriram outros dois crimes atribuídos ao homem detido, cometidos cerca de 20 minutos depois do latrocínio (roubo seguido de morte).

Márcio Yones de Lima, de 21 anos, foi preso em Samambaia por suspeita de roubo e latrocínio. “Ele chegou acompanhado de uma adolescente de 16 anos, namorada dele”, afirmou o titular da 15ª DP, Mauro Leite. No dia do crime, Helma conduzia o carro da família, quando estacionou em frente à loja de produtos de refrigeração mantida por ela e pelo marido, no conjunto 5 da QNM 05.

Socorristas do Corpo de Bombeiros levaram a comerciante, baleada na abordagem, ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), mas ela morreu pouco após dar entrada na unidade. Ao escapar da cena do crime, conforme Leite, o suspeito abordou um homem, na tentativa de levar outro carro, em frente a uma loja na mesma região. “Ele pediu a chave, mas o dono resistiu, por estar em um lugar seguro. Em seguida, ele tirou a camisa e saiu com a arma na mão. No mesmo dia, o identificamos”, detalhou o delegado.

Menos de 30 minutos após os disparos contra o comerciante, Márcio roubou um carra que era conduzido por uma mulher, no conjunto F, ainda na QNM 05, segundo Leite. O assaltante e a adolescente fugiram no carro. Após os crimes, o suspeito teria deixado o Distrito Federal e retornado na quarta-feira (11). Na manhã de ontem, agentes prenderam-no na quadra 407 de Samambaia, onde morava. 

“Enquanto estava foragido, Márcio relatou ter roubado R$ 60 mil de uma casa no Guará. Estamos tentando localizar o carro”, completou Leite. Uma semana após os crimes em Ceilândia, policiais militares encontraram o caro roubado na fuga. Segundo o delegado, o suspeito confessou ter vendido o veículo. Foi cumprido contra ele mandado de prisão por latrocínio e roubo. “Além da arma, as vítimas reconheceram uma tatuagem nas costas, com três estrelas”, disse o delegado. Contra Márcio, havia registros de dano e apropriação indébita deste ano nos sistemas da Polícia Civil.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: