Operação Pampas Pharma prende vereadores acusados de tráfico no entorno.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Pelo menos cinco pessoas foram presas nesta manhã de quinta-feira (1°/8) durante a Operação Pampas Pharma, contra o tráfico de drogas no Entorno e no Distrito Federal. Entre os suspeitos há dois vereadores, um de Valparaíso e outro de Luziânia, além de um secretário municipal do Novo Gama. No total serão devem ser cumpridos 25 mandados de prisão e de busca e apreensão, 20 deles em Goiânia. 


O vereador de Valparaíso, Ubirajara Dias de Alcântara (PTdoB), foi o primeiro a chegar à delegacia. Conhecido na região também como Ubiracel, ele foi preso preventivamente por tráfico e associação para o tráfico. Segundo agentes da PF, ele foi encontrado embaixo da cama, na residência dele. “Vim porque me trouxeram para cá. Não acharam nada na minha casa”, alegou.


O secretário municipal do Novo Gama, José Franco Pimentel, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma, uma pistola calibre .380. Já o vereador de Luziânia, Aderbal João de Jesus, foi flagrado por posse ilegal de arma e venda de medicamentos proibidos na farmácia dele, na cidade goiana. Segundo os investigadores, o grupo fazia parte de uma organização criminosa, que atuava no comércio de entorpecentes nessas regiões. Há indícios de fornecedores de drogas ilícitas em Rondônia, Mato Grosso do Sul e Foz do Iguaçu.


A operação, que investiga o caso há pelo menos um ano, é uma ação conjunta entre a Coordenação de Repressão às Drogas (CORD) da Polícia Civil do DF e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal. As medidas judiciais foram expedidas pela 2ª Vara de Entorpecentes de Brasília. Cerca de 100 policiais e 30 viaturas estão envolvidos na operação.

Informações do Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: