Política cultural é tema de encontro de Agnelo com artistas locais que destaca recuperação da casa do Cantador em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Candidato garante que o setor continuará no topo de prioridades nos próximos quatro anos e destaca recuperação de espaços como o Cine Brasília e a Casa do Cantador, em Ceilândia
Artistas de vários segmentos do Distrito Federal se reuniram nesta terça-feira (12), no Park Way, para debater, com o candidato à reeleição pela coligação Respeito por Brasília, Agnelo Queiroz, questões relacionadas aos movimentos culturais. Representantes do setor ouviram as propostas para os próximos quatro anos e apresentaram sugestões quanto à política cultural.



“Fizemos mudanças essenciais na política cultural do DF não só por meio de investimentos físicos, como, também, no incentivo à criatividade e no desenvolvimento do setor. Temos plena consciência de que, através da cultura, firmamos a identidade da nossa população”, destacou o candidato, que estava acompanhado pela primeira-dama, Ilza Queiroz. Agnelo assumiu o compromisso de reforçar, ainda mais, as políticas de fomento e incentivo ao setor ainda nesta gestão e nos próximos quatro anos.



Várias ações concluídas e em andamento foram ressaltadas por Agnelo como exemplo da atenção que seu governo dá à cultura. “Meu maior desejo é dar continuidade a essas iniciativas e fazer ainda mais. Posso citar a recuperação da Casa do Cantador, do Cine Brasília, a conclusão da reforma do Clube do Choro de Brasília, entre outras. Além disso, estamos reformando o Museu de Arte, o Teatro Nacional e casas de cultura de várias cidades”, completou Agnelo.


A cineasta Núbia Santana inclui a implementação da Lei de Incentivo à Cultura, já aprovada e regulamentada, na lista de ações do governo Agnelo. “Essa é uma iniciativa louvável que merece ter continuidade”, ressaltou a artista.  Agnelo explica que essa nova ferramenta de incentivo aos financiamentos destinados ao setor deve ser ampliada. Por meio dela, as empresas podem investir em projetos no DF e ter abatimento fiscal.


Agnelo também anunciou prioridade para a inclusão do ensino de música na grade curricular das escolas públicas em seu próximo governo. “Milhares de talentos são perdidos por falta de oportunidade. Por isso vamos investir nessa ação para desenvolver nossos talentos e artistas”, 


Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: