Presidenciáveis preparam palanques e iniciam flerte com o eleitorado do DF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Agnelo esteve com Dilma no Planalto para falar sobre a Universíade ( Roberto Castro/GDF)
Agnelo esteve com Dilma no Planalto para falar sobre a Universíade


A disputa entre os presidenciáveis é acompanhada de perto pelos pré-candidatos ao Palácio do Buriti, que sonham em ganhar votos e ampliar a popularidade ao lado de caciques nacionais. Os políticos que estão de olho no Palácio do Planalto também aproveitam visitas à capital federal para começar o flerte com o eleitorado brasiliense. Essa relação deve se estreitar ainda mais com a definição do cenário nacional e do DF, no início do ano que vem. Antes mesmo da escolha dos candidatos ao Governo do Distrito Federal, figuras de destaque no panorama político, como Marina Silva (PSB), Eduardo Campos (PSB), Aécio Neves (PSDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT), são requisitadas por correligionários e aliados da capital.

Pré-candidato do PDT ao GDF, o deputado federal José Antônio Reguffe já recebeu declaração de apoio da ex-senadora Marina Silva, que em 2010 foi a candidata à Presidência mais votada do Distrito Federal. O senador Rodrigo Rollemberg (PSB) gravou propaganda eleitoral ao lado do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com a Ponte JK ao fundo. Luiz Pitiman e Izalci Lucas, pré-candidatos tucanos ao Palácio do Buriti, também aproveitam todas as visitas do senador mineiro Aécio Neves a Brasília para posar ao lado do presidenciável em fotos e filmagens, posteriormente usadas em inserções na propaganda do PSDB.

Apesar de os caciques nacionais terem peso importante na campanha do DF, às vezes as urnas de Brasília trazem divergências entre os candidatos preferidos do eleitorado para a Presidência e para o Buriti. Em 2002, por exemplo, o petista Luiz Inácio Lula da Silva chegou ao Planalto pela primeira vez, ficando em primeiro lugar também entre os eleitores do DF. No Distrito Federal, quem ganhou para o Buriti foi Joaquim Roriz, um arquirrival do PT. Em 2006, Lula se reelegeu e, aqui, José Roberto Arruda, à época no PFL, conquistou o Palácio do Buriti. Em 2010, Marina Silva ficou em primeiro lugar no DF, enquanto o petista Agnelo Queiroz foi eleito governador. 
Informou Helena Mader / Correio Web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: