Presidente do Sinpol/GO é demitido do cargo.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol/DF) e a Federação Interestadual dos Policiais Civis (Feipol) Centro-Oeste e Norte repudiam a atitude do governo de Goiás que demitiu nesta terça-feira (23), 2º dia da retomada da greve dos Policiais Civis do Goiás, o então presidente do Sinpol/GO e segundo vice-presidente da Feipol Silveira Alves de Moura, em razão de suposto abandono do cargo de agente de polícia por estar presidindo o Sindicato.

A demissão foi publicada no Diário Oficial do GO desta terça-feira e, segundo a decisão do Secretário de Segurança Pública do Estado, João Furtado, Silveira foi afastado do cargo pela prática de transgressão disciplinar comprovada em Processo Administrativo de nº 281/2011/GCDPC. Além disso, conta no Diário que, dentre outras medidas, o servidor deverá ficar inabilitado à nova investidura no cargo ou de assumir emprego ou função pública por dez anos.
Silveira ressalta que o Processo Administrativo já foi analisado pela Corregedoria de Polícia Civil do GO que o absolveu da pena. “O secretário ignorou a decisão da Corregedoria e tomou esta atitude ilícita e arbitrária”, salientou.
O presidente do Sinpol Ciro de Freitas ressalta total apoio ao policial Silveira e diz que esta é mais uma atitude do governo para afrontar um movimento nacional em defesa das policias civis do Brasil. “Está havendo um enfrentamento aos Policiais Civis de todo o País, não podemos aceitar que os servidores sejam demitidos de seus cargos por estarem à frente de uma luta que pretende apenas oferecer melhores condições de trabalho aos profissionais. A greve é um direito do trabalhador e o movimento sindicalista nasceu para que os direitos prevaleçam”, afirmou Ciro.
Para o presidente da Feipol Centro-Oeste e Norte Divinato da Consolação, esta é uma prova de que os trabalhadores continuam sendo perseguidos por detentores de poder político. Ele reafirma que o policial civil Silveira terá todo apoio necessário, “pois a união faz a força e os policiais não podem deixar de lutar”.
Fonte: VAL TV / Feipol – Centro-Oeste e Norte

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: