Prodecon investiga Google e aplicativo Twoo

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon) instaurou, no último dia 1º, inquérito civil público para investigar o Google e o site de relacionamentos TwooUma consumidora comunicou ao Ministério Público que, após atender solicitação de atualização de dados pelo Google, foi incluída, sem qualquer consentimento, como usuária do Twoo e que, apesar dos esforços, não consegue cancelar sua associação.

A Prodecon requisitou informações às empresas, que devem se pronunciar no prazo de dez dias. Segundo o promotor de Justiça Leonardo Bessa, o fato configura comportamento lesivo à privacidade, à intimidade, à honra e à imagem da consumidora, com provável dimensão coletiva, já que outras pessoas podem estar na mesma situação. “Para melhor apuração dos fatos que, em tese, ofendem direitos metaindividuais de consumidores de todo o Brasil, a Prodecon instaurou inquérito civil público”, explica.
Twoo
Lançado em março de 2011, o Twoo é uma rede social belga destinada a pessoas que estão em busca de um relacionamento. O site começou a ser difundido na Europa e, a seguir, se espalhou por todo o mundo. A página permite aos usuários conhecer pessoas de sua região, fazer amizades e interagir por meio de jogos.
MPDFT – Imagem reprodução web

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: