Professora é estuprada por ex-aluno surdo e mudo na saída de escola em Luziânia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Diretora do colégio também sofreu abusos sexuais do rapaz

Uma professora foi estuprada por um ex-aluno, que é surdo e mudo, na saída de uma escola do Jardim Ingá, município de Luziânia (GO), região do Entorno do DF, na tarde desta quinta-feira (6).

Ela estava acompanhada da diretora do colégio, que também foi vítima de abuso sexual. Os crimes aconteceram por volta das 15h, quando as duas entravam no carro. O rapaz, que tem 20 anos, teria pedido carona para elas.

No meio do caminho, o jovem pegou uma faca, colocou no pescoço da motorista [professora] e a obrigou a parar o carro para fazer sexo oral nele. Em seguida, arrancou a roupa da mulher a estuprou de todas as formas possíveis.

A diretora, que estava no banco de trás, também foi acariciada e tocada pelo jovem diversas vezes enquanto ele abusava da professora. No entanto, ela [diretora] aproveitou um breve momento de descuido do rapaz, que deixou a faca cair, pegou o objeto e saiu do carro gritando e pedindo ajuda.

Ao perceber a manifestação da mulher, o jovem vestiu a roupa e fugiu. A polícia foi acionada e as vítimas informaram o endereço do jovem, que foi preso em flagrante horas depois dentro de casa.

Depois de prestarem depoimento na Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) do Entorno Sul, as vítimas foram submetidas a exames no IML (Instituto Médico Legal) que comprovaram os abusos.

O rapaz vai responder por estupro e, se condenado, poderá pegar até 15 anos de prisão.
Fonte: R7DF


Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: