Projeto “Arma Não é brinquedo, Dê Livros” capacita 35 estudantes de Ceilândia.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
O Curso de Multiplicadores da Paz, ação que integra a segunda fase do projeto “Arma Não é Brinquedo. Dê Livros”, capacitou na manhã de hoje 35 universitários de Ceilândia para atuarem em projetos de prevenção contra a violência.

“Essa etapa é para a sensibilização dos multiplicadores. Aprendemos que a ausência de diálogo é um ponto a ser trabalhado. Entendemos que, se promovermos o diálogo da criança com os pais, conseguiremos diminuir a quantidade de crimes que é cometida com armas de brinquedos”, destacou à Agência Brasília um dos participantes, Marcelo Fernandes.
O encontro de hoje foi a terceira fase da campanha, que deve terminar em dezembro deste ano, quando os multiplicadores irão a centros de ensino fundamental da região doar livros e recolher as armas de brinquedo.
Na próxima reunião, os universitários –em sua maioria do curso de Serviço Social – receberão a programação de visitas às escolas.
Os participantes atuarão com a conscientização de adolescentes e pré-adolescentes para a prevenção da violência.
PROIBIÇÃO – A Câmara Legislativa aprovou nessa semana Projeto de Lei que proíbe o comércio de armas de brinquedo no DF, de iniciativa do “Pró-vítima” da Secretaria de Justiça.
O DF é a primeira unidade da Federação que aprova essa proibição.

Informações do GDF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: