PSD pode ganhar um deputado federal em Brasília.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

PSD pode ganhar um deputado federal em Brasília Foto: Saulo Cruz e Andressa Anholete

O presidente Rogério Rosso confirma que um parlamentar está conversando para entrar no novo partido. Os “suspeitos” são Izalci Lucas, do PR, e Jacqueline Roriz, se escapar da cassação. Na Câmara Legislativa a aposta é Liliane Roriz


Priscila Mesquita_Brasília247 – Além de Luiz Pitiman (PMDB), outro deputado federal do DF tem participado de conversas para ingressar no Partido Social Democrático (PSD). Quem contou ao Brasília 247 foi o presidente da legenda no DF, o ex-governador Rogério Rosso. Mas, cauteloso, ele não revela o nome do deputado para não atrapalhar as negociações. Uma das missões de Rosso é encorpar a partido com deputados federais, que agregam tempo de televisão e verba do fundo partidário.

Até por eliminação, a bolsa de apostas indica que Izalci Lucas, do PR, pode ser o deputado a que Rosso se refere. Com problemas no partido desde o início da gestão de Agnelo Queiroz, essa seria uma alternativa política para ele, mesmo sendo o presidente regional do PR. Sua discordância é em relação à postura do PR diante do governo do DFsigla. Izalci é oposição. Bispo Renato, secretário de Estado do Entorno, e Aylton Gomes, deputado distrital integrante da base aliada, entretanto, são da situação. Izalci confirma que esteve na casa de Rosso, mas não demonstra publicamente interesse em migrar. “Tenho todo interesse em caminhar ao lado dele, mas em partidos diferentes”, afirma.

A deputada federal Jaqueline Roriz (PMN), se conseguir sair ilesa do processo de cassação que enfrenta na Câmara, pode também ir para o PSD. Além de ter uma relação pessoal e familiar com Rosso, que começou na política fazendo campanha para Joaquim Roriz, ela tem vivido um mal-estar no diretório local de seu partido. O vice-presidente da legenda, Cléber Pires, tem dito abertamente, em reuniões públicas, que ela vai sair e ele assumirá a presidência.

No âmbito da Câmara Legislativa, as negociações irão começar, oficialmente, em breve. Elas não eram prioridade até agora. Rosso irá abordar alguns deputados distritais. Liliane Roriz deve ser uma das primeiras. Amiga pessoal de Rosso e da família dele, a distrital enfrenta problemas na sua legenda, o nanico PRTB. Mais especificamente com o ex-presidente regional, Caio Donato, presidente da Associação dos Feirantes do Shopping Popular, preso em novembro do ano passado sob acusação de formação de quadrilha e corrupção na comercialização ilegal de boxes. Ele mantém o poder extraoficialmente, desde que o diretório foi dissolvidopela executiva nacional. Recentemente, Liliane recebeu um telefonema da senadora Kátia Abreu (TO), um dos nomes fortes do PSD nacional.

Os democratas Eliana Pedrosa e Raad Massouh também têm participado de conversas extraoficiais. Nesse caso, apenas um dos dois deve ir para o PSD. Apesar de correligionários, os distritais são ferrenhos adversários políticos. Eliana está com a articulação mais adiantada. Ela subscreveu a ata de criação do partido e recebeu convite para integrar executiva regional. Há quem diga que ela aguarda apenas o registro oficial do PSD para deixar o DEM.
Fonte: Brasília 247

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: