“Quem tem a verdade não precisa enfeitar”, diz Chico Vigilante.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Ao fazer uso do comunicado de líderes na sessão ordinária desta quinta-feira (14/06), o deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB na Câmara Legislativa, ressaltou a importância do depoimento do governador Agnelo Queiroz, por quase 10 horas, durante o dia de ontem, à CPMI do Congresso Nacional. Para o deputado, o dia de hoje é de muita satisfação e orgulho para os deputados membros do Bloco PT/PRB e todos os demais que compõem a base de sustentação do Governo do Distrito Federal. Mais que isso, para ele a causa é nobre por representar não apenas a defesa do governador, mas do Distrito Federal.

O parlamentar falou ao telefone com o governador na tarde de hoje, e ele pediu para Chico estender agradecimentos a todos os distritais que compareceram à CPMI para apoiá-lo. Segundo Chico, Agnelo ressaltou que a presença dos parlamentares da base foi uma fonte de ‘energia positiva que vocês me transmitiram’.  O governador vai ligar para cada um para agradecer o apoio que fez toda diferença para ele.
“O governador lavou a nossa alma”, observou Chico Vigilante, ao se referir ao pronunciamento corajoso de Agnelo, da postura firme e verdadeira diante de cada pergunta dos deputados e senadores, sobretudo da oposição. Caso por exemplo, do deputado Onix Lorenzoni que tentou encurralar o governador de maneira até desrespeitosa, mas teve todas as perguntas respondidas. Para Vigilante, quando Agnelo quebrou o sigilo bancário, fiscal e telefônico, inclusive da família, deixou bem claro que fez isso, na condição de testemunha, porque não tem o que temer.
“Nós vimos o governador ser atacado desde o tempo da campanha. Ele venceu as eleições sendo atacado com denúncias infundadas”, reclamou Chico Vigilante. E observou que o governador tomou posse, mas parece que muita gente queria continuar a eleição, o que chega até ser falta de educação política na visão do deputado petista.
Chico ressaltou também que a briga política era tão acirrada, que chegou a ele a informação de que um determinado deputado federal que surgiu do nada atacando o governador do DF, tinha a intenção de transferir o título eleitoral para o DF, sair do partido dele, e se candidatar no DF a governador para concorrer com Agnelo Queiroz. “Eleição é um assunto que deve ser tratado agora lá em 2014”, disse.
O deputado ressaltou ainda a presença do vice de Agnelo Queiroz, Tadeu Filippelli, que chegou junto com Agnelo e permaneceu até o fim do depoimento olhando direto para o governador, apoiando o governador. “Para quem tinha dúvidas da aliança firme entre PT e PMDB no DF ficou expresso ontem, a parceria que há entre os dois”, argumentou Chico Vigilante.
Para o deputado petista, seria justo agora que os críticos ferrenhos, que se arvoraram em atacar a honra do governador do DF, pedissem desculpas. “Seria um gesto de grandeza”, ressaltou Vigilante.   

Ascom RA IX

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: