Refeição nos restaurantes comunitários custa R$ 3 a partir de hoje (01)

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
A partir de hoje, está mais
caro comer em um restaurante comunitário do DF. A refeição subiu de R$ 1 para
R$ 3. Trata-se de um dos reajustes anunciados pelo governo devido ao déficit
nos cofres públicos – assim como o aumento do transporte.

Ao justificar o
reajuste, o governo argumentou que o preço era o mesmo desde a inauguração do
primeiro dos 13 restaurantes, em 2001. E que, além disso, cada refeição sai
muito mais cara para o Estado. Em 2001, o custo total, por exemplo, era de R$
2,49. Assim,  subsidiava-se a diferença de R$ 1,49 por cada prato.

Durante os últimos
14 anos, o valor médio da refeição subiu e chegou à marca de R$ 6,71, segundo a
Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs). Mas a taxa de R$ 1
seguiu inalterada. Em contrapartida, a diferença de R$ 5,71 continuou sendo
bancada com verba pública.  

A Sedhs estima que,
no primeiro ano dos restaurantes comunitários brasilienses, o Executivo arcava
com cerca de R$ 1 milhão por ano com as refeições. Hoje, o valor mensal é de R$
3,9 milhões. Segundo a pasta, em média, 26 mil refeições são servidas
diariamente nas 13 unidades.

Há mais uma unidade
em construção no Sol Nascente — está em fase de recursos na Secretaria de
Gestão Administrativa e Desburocratização.

JBr

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: