SACANAGEM: CEB deu férias a terceirizados responsáveis pela manutenção

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A CEB (Companhia Energética de Brasília) concedeu férias coletivas para os prestadores de serviço responsáveis por fazer a manutenção das linhas no dia 1o de novembro último, sexta anterior aos servidores do quadro entrarem em greve. 

O sindicato acusa a empresa de ter liberado os terceirizados para desgastar o movimento. “Quero acreditar que o intuito não foi de sabotagem, mas foi muito ruim para a sociedade, que contou com menos atendimento”, afirma Jeová de Oliveira, do Stiu (Sindicato dos Urbanitários do DF).


Na última audiência sobre a greve realizada no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), o sindicato revelou a concessão de férias para os terceirizados. Os juízes pediram, então, explicações à companhia.

Ao Metro, a CEB confirmou a dispensa, alegando razões de economia financeira. “Solicitamos às empresas que prestam esses serviços uma redução de equipes para evitar pagamento por serviços não prestados”, diz a nota.

A empresa alega que como não havia servidores do quadro para receber os chamados, as equipes não teriam trabalho a fazer. Porém, os funcionários dispensados são responsáveis por, entre outras coisas, reestabelecer a rede elétrica quando ela cai. Na última sexta-feira, havia 917 chamados dessa natureza aguardando resolução.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: