Saqueando o BRB.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Esta coluna revela com exclusividade a investigação que corre na Coordenação de Repressão a Crimes contra o Consumidor, a Ordem Tributária e a Fraudes (CORF/PCDF) que calçou como luvas na investigação da operação Miqueias. O Ministério Público tem em mãos um dos maiores escândalos financeiro já visto na Capital da República.
A reedição da Operação Miqueias da Polícia Federal vai estourar a qualquer momento o tumor que os criminosos criaram nos cofres do Banco de Brasília (BRB). Foram saqueados centenas de milhões através de títulos podres que garantiram empréstimos e saques milionários para abastecer o esquema corrupto que se alimenta do dinheiro público.

O Banco Regional de Brasília foi a vitima e a Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público alcançou os criminosos que estão espalhados com mandatos políticos e cargos no alto escalão do governo. A procuradoria está investigando a vários anos e agora que foi remexido o mercado financeiro as fraudes estão latentes e pautaram a Polícia Federal para a próxima operação.
Políticos com informações privilegiadas já temem o escândalo e já pensam em deixar as malas prontas para a fuga. Os títulos podres eram da divida agrária e outros sem valor algum. Começavam a ser comercializados por R$ 35 reais depois eram postos como garantia com valores milionários.
O prejuízo do Banco Regional de Brasília (BRB), calculados pelo Ministério Público e Polícia Federal é de milhões. Outra investigação que corria também em segredo são os saques milionários de contas que os criminosos tiveram acesso a dados pessoais e até senhas dos clientes. O banco está sendo obrigado a ressarcir os correntistas alegando falha técnica. Mas, na verdade as investigações alcançaram uma quadrilha que tem acessos e informações privilegiadas.
A Polícia Federal vai atuar a qualquer momento para prender a quadrilha que está instalada em vários estados. O Banco de Brasília está sendo saqueado por todos os lados, mas, alegria dos criminosos vai durar pouco.

Informou Quidnovi

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: