Saúde investe em atendimento odontológico em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
A Regional de Saúde de Ceilândia conta com dois Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) que disponibilizam tratamentos avançados de gengiva, canais e disfunções temporomandibulares (DTM), cirurgias orais menores, diagnóstico de câncer bucal e atendimento a pacientes com necessidades especiais.

Os CEOs funcionam no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), do tipo 1, com três consultórios para pacientes dos Centros de Saúde 2, 3, 4, 5 e 10. O outro CEO está no Centro 11, do tipo 3, com sete consultório, e é referência para os centros  6, 7 , 8, 9, 12, Núcleo Rural Boa Esperança e Condomínio Privê.
De acordo com a gerente do Centro 11, Adriana Maria Tafuri Cimino, após o credenciamento (há um ano), pelo Ministério da Saúde e destinação de verbas para manutenção do CEO,o serviço ganhou mais  qualidade. “Antes não existiam esses tratamentos especializados e a única opção era a extração dos dentes”, relata a gerente.
Durante o primeiro semestre de 2013, os CEOs atenderam mais de dois mil pacientes com problemas de endodontia (canal), periodontia (gengiva) e cirurgias. O CEO, no Centro 11, funciona com nove cirurgiões dentistas e dez técnicos de higiene dental (THD) e no HRC, com oito cirurgiões dentistas e oito THDs.
Prótese dentária
A Regional de Saúde da Ceilândia disponibiliza atendimento e fornecimento de prótese dentária por meio de um laboratório, que funciona no Centro de Saúde  11. O atendimento é realizado por uma equipe composta de dois dentistas e três protéticos. O tempo de conclusão e fornecimento de uma prótese é aproximadamente 20 dias.
O coordenador de Odontologia da Regional, cirurgião dentista Risomar de Sousa Alves destaca a importância do serviço de prótese dentária, que tem por finalidade resgatar a auto-estima e cidadania, além da melhoria da mastigação.
O especialista relata, ainda, que o serviço faz parte da política de saúde bucal do Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do DF, Programa Brasil Sorridente, que visa oferecer ações de saúde bucal integral na rede pública do Sistema Único de Saúde (SUS).
A rede de atenção à saúde bucal no sistema público do DF executa vários procedimentos em odontologia como: restaurações, profilaxia, tratamento endodôntico (canal), tratamento periodontal (gengiva), cirurgias e próteses totais (dentadura).
A porta de entrada para atendimento odontológico são os centros de saúde da rede. Ao ser identificada a necessidade de atendimento especializado, o paciente é encaminhado ao Centro de Especialidade Odontológica (CEO), informa o coordenador.
Informou SES/DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: