Saúde registra 1.864 casos de dengue em Ceilândia desde janeiro

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Desde janeiro, foram
registrados no Distrito Federal 19.221 casos prováveis de dengue, doença
transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. O número consta do Informativo Epidemiológico nº 31, divulgado pela Secretaria
de Saúde nesta quarta-feira (3). O levantamento mostra que 16.823
pacientes residem no DF — eles representam 87,57% dos registros. Brazlândia
segue como região administrativa recordista, com 1.935 infectados; seguida de
Ceilândia, com 1.864; e São Sebastião (1.723).

Os outros 2.398 registros
referem-se a pessoas que não moram em Brasília, mas receberam o diagnóstico na
rede pública distrital de saúde. Goiás é a origem de 99% dos casos de moradores
de fora do DF. A maioria deles vem dos municípios da Região Integrada de
Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), como Águas Lindas de
Goiás, Cidade Ocidental, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo, Santo Antônio do
Descoberto e Valparaíso de Goiás.

O boletim mostra ainda que 19
notificações são de residentes de outras unidades da Federação. De Minas
Gerais, são seis pessoas. Da Bahia, de São Paulo e do Tocantins, duas cada.
Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro
e Rondônia são os estados dos outros pacientes.

O boletim também aponta que,
desde a primeira semana de janeiro, foram registradas 29 ocorrências graves da
dengue. Dessas, 14 evoluíram para óbito.

Casos de chikungunya e zika em
Brasília

O informativo mostra ainda
que, no período pesquisado, 909 pessoas apresentaram suspeita de febre
chikungunya, também causada pelo Aedes aegypti.  Do total, 777
residem em Brasília e 132 são de outras unidades da Federação. As regiões
administrativas com maior incidência da doença foram Ceilândia (19 casos),
Taguatinga (16), Samambaia (14), Gama (12) e Asa Norte (9).
Em relação aos casos de zika,
Brasília registrou, desde janeiro deste ano, 195 casos prováveis. Desses, 38
foram em gestantes: 25 do Distrito Federal e 13 de outras unidades federativas.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: