Secretaria de publicidade: Ficha corrida

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Da esquerda para a direita, Chico Vigilante, Agnelo Queiroz e Abimael Nunes.
O Secretário de Publicidade Institucional do GDF, Abimael Nunes,
é um conhecido personagem do governo de Agnelo Queiroz. Dono
do cofre de milhões de reais para pagar as agências de
publicidade do GDF, Abimael patrocinava com as verbas
publicitárias serviços criminosos denunciados por Eugênia Pereira
e Márcia Godoy.

Após as enumeras denuncias publicadas nesta coluna o
governador Agnelo Queiroz trocou Abimael Nunes por Carlos
Henrique Vasconcelos, o conhecido Peninha. O novo secretário
de publicidade tem um currículo comparado a uma folha corrida
policial. Apontado como operador financeiro no governo carioca de
Garotinho com passagens também como operador financeiro do
núcleo petista no Rio de Janeiro atendendo José Dirceu e Marcelo
Sereno e a pouco tempo operou para o líder do PMDB na Câmara,
Eduardo Cunha.
Peninha estava fazendo um trabalho para o governador Agnelo
Queiroz no exterior, linkado com Rosa Sarkis e Sérgio Diniz,
protagonistas dos escândalos de fakes denunciado na Polícia
Federal. Peninha já indicou para a unidade de administração geral
da secretária de gastos com a publicidade uma servidora da
comunicação social com estreitas ligações com o casal Sarkis.
Vale a pena lembrar que o esquema de fakes tem um braço
internacional, segundo denuncias na PF.

Informações do Quidnovi.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: