Secretaria de Segurança dispara comunicado sobre sequestro de embaixador.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Os órgãos que integram a Secretaria de Segurança Pública estão empenhados em reduzir a criminalidade no DF. Os resultados já começam a aparecer, desde o lançamento do programa Ação pela Vida – Integração e Cidadania, em abril deste ano.


Em setembro, o índice de roubo com restrição de liberdade foi o mais baixo registrado nos últimos dois anos (32 casos). Menor do que esse, apenas em setembro de 2010. Houve, ainda, significativa redução se comparado ao mesmo período de 2011, quando foram registrados 59 casos.  

Foi registrado nesta terça-feira (2) um caso de roubo com restrição de liberdade na 1ª Delegacia de Polícia. O diplomata Marco Chirullo foi interceptado em Brasília e deixado menos de uma hora depois em Ceilândia. O veículo já foi recuperado e um dos quatro suspeitos foi detido hoje no Gama para prestar depoimento. Os demais estão sendo procurados. Fragmentos de impressões digitais foram coletados no veículo e a polícia já tem uma linha de investigação.

“Estamos concentrando esforços para coibir esse tipo de crime, que está diminuindo no DF. A população já pode se sentir mais segura. No mês de setembro, houve uma expressiva redução de casos de roubo com restrição de liberdade”, afirma o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar.
Diplomatas – O número de ocorrências policiais envolvendo o corpo diplomático no DF apresenta queda.
Ano de 2010: 81 ocorrências
Ano de 2011: 60 ocorrências
Ano de 2012: 45 ocorrências (até setembro)
* A comunidade diplomática no Brasil é formada por 6 mil pessoas. No DF, são 112 embaixadas e um total de 1200 diplomatas (contando com seus familiares diretos).
– A maioria das ocorrências registradas envolvendo o corpo diplomático são acidentes de trânsito e perturbação da ordem (som alto). 

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: