SEDF promove a reestruturação da Educação Básica.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Currículo da Escola do Cerrado mobiliza profissionais da educação das escolas públicas do DF

A subsecretária da SUBEB, Edileuza
Fernandes: “Para a reestruturação curricular estamos promovendo um
amplo debate com a comunidade escolar”.

O Currículo da Educação Básica da
Rede Pública de Ensino está sendo discutido e reformulado por toda
comunidade escolar. Para garantir a participação dos profissionais da
educação e estudantes estão sendo desenvolvidas diversas estratégias
como: a análise diagnóstica do currículo atual pelos professores; a
nomeação de Grupos de Trabalho que contribuirão com a sistematização
das ideias; a realização de Plenárias Regionais com a participação de
representantes das escolas; palestras e estudos orientados nas
coordenações pedagógicas durante todo o mês de agosto e atividades que
garantam o protagonismo das crianças e adolescentes na discussão do
currículo atual e do que será reformulado.

De
acordo com a subsecretária de Educação Básica da SEDF (SUBEB), Edileuza
Fernandes da Silva, o Currículo da Escola do Cerrado será construído
pelos sujeitos que implementam o currículo: professores e estudantes.
“Buscamos um amplo debate e propomos uma concepção curricular que rompa
com a perspectiva tradicional e prescritiva de conteúdos, mas que não
perca os conhecimentos científicos historicamente constituídos pela
humanidade de foco. Queremos reunir tanto o saber técnico-científico
construído socialmente, quanto os saberes do cotidiano”, explicou a
subsecretária.
De
agosto a outubro deste ano, Plenárias Regionais serão realizadas com a
presença de três representantes por instituição educacional. Como parte
das atividades, no dia 10 de agosto haverá um Encontro com os Grupos de
Trabalho, na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação
(EAPE), nos turnos matutino e vespertino e contará com representantes
da Subsecretaria de Educação Básica e do gabinete da secretária de
Educação.
A
comunidade escolar deve contar com o novo currículo a partir do próximo
ano. “Esperamos que, na semana pedagógica, no início do ano letivo de
2012, todos os professores tenham em mãos o currículo, como um
documento de identidade da escola pública do DF”, afirmou a
subsecretária Edileuza Fernandes.
A
estudante, Milena Santos, do 1º ano do Ensino Médio, em Taguatinga,
comemorou a possibilidade de participar da reforma curricular. “A
escola precisa oferecer conteúdos mais próximos da nossa realidade.
Mudanças no currículo serão bem-vindas e podem atrair ainda mais os
estudantes”, afirmou.
Confira as datas das Plenárias e as ações para a reestruturação do currículo:
Data/Período
Ações
15 de julho
Nomeação de Grupos de Trabalho por etapa/modalidade. Publicação da Ordem de Serviço nº 04 de 15 de julho de 2011.
Mês de agosto
Estudo de textos para fundamentar a discussão sobre o currículo durante as coordenações pedagógicas.
Mês de agosto
Discussões do currículo com o segmento estudantes, de acordo com a organização de cada escola, conforme Circular  101 de 30 de junho de 2011.
3 de agosto
Leitura
e discussão do Texto Base e indicação de representantes que
participarão das Plenárias Regionais (três representantes por escola).
10 de agosto
Encontro com os representantes dos Grupos de Trabalho, na EAPE, nos turnos matutino e vespertino.
17 de agosto
Plenária Regional – Gama e Santa Maria.
22 a 26 de agosto
Discussão sobre o Currículo da Escola do Cerrado em encontros realizados na EAPE.
24 de agosto
Plenária Regional – Ceilândia e Brazlândia.
31 de agosto
Plenária Regional – Sobradinho e Planaltina.
14 de setembro
Plenária Regional – Plano Piloto, Guará e Núcleo Bandeirante.
21 de setembro
Plenária Regional – Recanto das Emas e Samambaia.
28 de setembro
Plenária Regional – Paranoá e São Sebastião.
5 de outubro
Plenária Regional – Taguatinga.

Ascom

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: