Servidores do Creas capacitados pela Gerência de Tráfico Humano da Sejus para identificar vítimas de tráfico humano.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Os servidores que trabalham no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da região administrativa de Samambaia receberão capacitação para identificar supostas vítimas do tráfico de pessoas. A atividade de capacitação, ministrada pela Gerência de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, da Subsecretaria de Direitos Humanos da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, acontece na terça-feira, dia 9 de abril, às 10h, no Creas de Taguatinga.

Para o subscecretário de Direitos Humanos, Todi Moreno, o trabalho de multiplicação no enfrentamento ao tráfico de pessoas é fundamental. “Com essa aproximação da Secretaria de Justiça com outros órgãos do governo teremos mais diálogos, mais proteção e mais vidas salvas. A informação gera proteção”, frisa o subsecretário.
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) é uma unidade pública e estatal, que oferta serviços especializados e continuados a famílias e pessoas em situação de ameaça ou violação de direitos (violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, etc.). O Creas de Taguatinga está localizado na QSD, Área Especial, Setor D Sul, Taguatinga Sul.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: