Setor P Sul em Ceilândia recebe 99 ônibus da nova frota

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Mais 99 ônibus 0km começaram a rodar hoje no P Sul, em Ceilândia, para atender uma reivindicação antiga dos moradores. Com essa entrega, o DF chega à marca de 1.923 novos coletivos à disposição dos usuários do transporte público, 74% de renovação da antiga frota.

“Esses ônibus irão atuar em 27 linhas na região, que estavam passando por uma situação particularmente complicada devido ao descumprimento de horários por parte da antiga empresa”, destacou o diretor-geral do DFTrans, Marco Antonio Campanella à Agência Brasília.
De cor alaranjada e da empresa Auto Viação Marechal, os novos ônibus que circularão na cidade serão responsáveis por operar na bacia 4.
Esses são os primeiros coletivos da empresa Marechal entregues em Ceilândia, que se juntam a outros 241 veículos da empresa Expresso São José, já em operação.
“Com essa entrega, o número de veículos da Marechal chega a 203 (em todo o Distrito Federal)”, ressaltou o diretor-técnico do DFTrans, Lúcio Lima.
Relação das linhas: 0.300, 0.301, 0.336, 0.337, 0.345, 0.347, 0.369, 0.378, 0.383, 0.554, 0.555, 0.903, 0.910, 0.914, 0.942, 0.954, 324.6, 336.1, 336.3, 369.1, 383.1, 383.2, 942.1, 0.363, 363.1, 363.2 e 369.2.
RENOVAÇÃO – No total, serão disponibilizados 2.580 coletivos, que vão operar em cinco bacias previstas na licitação que reformulou todo o Sistema de Transporte Público Coletivo.
Isso representa uma renovação total da frota do DF – ficando de fora, apenas, os ônibus das cooperativas que possuem contratos vigentes com o GDF.
Os novos veículos possuem diversos itens de qualidade, conforto e segurança, como:
* Bancos estofados com apoio para a cabeça;
* Vidros fumê;

* Motor Padrão Euro V, que polui 180 vezes menos que os ônibus da antiga frota;
* Monitoramento por GPS, ligado ao Centro de Controle de Operações (CCO);
* Aviso luminoso traseiro da velocidade do veículo, sempre que o veículo ultrapassar a velocidade de 15Km/h. Abaixo dessa velocidade, o painel indica o número da linha;
* Aviso sonoro ao motorista sobre ocorrências como: porta aberta, velocidade acima do permitido, direção perigosa, freada brusca, além do registro eletrônico de todas essas ocorrências e inconformidades, permitindo ao operador ter acesso aos relatórios;
* Acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, com piso baixo ou piso normal equipado de plataforma elevatória veicular;
* Sistema de Direção, com assistência hidráulica, elétrica e dispositivo de redução de esforço; e
* Ar-condicionado nos veículos articulados.
Agência Brasília

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: