Setor produtivo de Ceilândia entrega demandas para administrador

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Ontem (13), ocorreu a primeira reunião dos empresários de Ceilândia com o novo Administrador Regional de Ceilândia,Vilson Oliveira, na sede da Associação Comercial de Ceilândia – Acic Ceilandia, oportunidade em que o setor produtivo da cidade indicou ao novo administrador as demandas do setor e se colocou a disposição para contribuir com as ações que venham contribuir para o desenvolvimento social e econômico da cidade.

Dentre as pautas do setor, os empresários indicaram aos Administrador o seguinte:

1. Maior agilidade na expedição de alvarás de funcionamento/abertura de empresas e de construção de novos empreendimentos;
2. Ação incessante e rotineira quanto a limpeza da cidade e combate aos sujões – investimento de autoestima, Ceilândia vista não pela porta das delegacias e sim pela cidadania de sua gente;
3. Quanto a ocupação de áreas públicas que a administração busque os meio de regularização das ampliações comerciais e faça uma ação para que todos vivam na legalidade e tenham paz para desenvolver seus negócios e contribuam para a geração de emprego e renda;
4. Que as práticas de criar dificuldades para vender facilidades sejam combatidas com rigor e a administração regional crie meios que facilite um maior acesso as informações de interesses de cada cidadão que vá ao órgão em busca de solução para suas demandas;
5. Que a administração regional estabeleça os meios para uma maior interação com a entidade de representação do setor produtivo(ACIC) com vistas a priorização da aplicação de recursos públicos na cidade(ex. construção estacionamentos, asfaltamento de vias, etc), visando a otimização e a boa aplicação dos recursos públicos
Ao final os empresários sinalizaram ao Administrador a necessidade de contarem de forma direta com a participação do Vice Governador, Renato Santanna na busca por recursos humanos e materiais visando melhorar a infraestrutura da Administração local, que ultimamente carece de meios para atender as demandas da população.
Por ACIC

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: