Sindicalista explica desfiliação do PT e ataca secretário da Saúde do DF.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


“Acho um secretário corporativo, ineficiente e é a pior gestão da área na história de Brasília.”

Em contato com o blog (Edson Sombra) na manhã desta quinta-feira (07), a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, confirmou a desfiliação ao PT, publicada com exclusividade pelo blog, mas negou que tenha sido um movimento do sindicato. Segundo Rodrigues, as decisões de outros sindicalistas deixarem a sigla foram tomadas de forma individuais. “Não houve movimento”, garante. 

Marli criticou o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, a quem responsabiliza por parte de sua decisão. “Acho um secretário corporativo ineficiente e é a pior gestão da área na história de Brasília”, disse.  Segundo ela, o secretário comanda de forma incompetente uma das pastas com maior orçamento. “Rafael gasta dinheiro e mais dinheiro, mas não melhora o ponto nevrálgico do governo que continua sendo a saúde”, comentou.

Apesar das diferenças com Rafael Barbosa, a sindicalista sustenta que a decisão de deixar o Partido dos Trabalhadores será benéfica para a entidade. “A minha saída do PT significa principalmente a liberdade da instituição sindical. Não admito tutela partidária, nem coleira colocada pelo GDF”, disparou.


Informou Edson Sombra

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: