Sindicato de policiais lança campanha para cobrar contratação de aprovados.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


O aumento da criminalidade, a demora no atendimento em delegacias e nas investigações, além da excessiva carga de trabalho, causa de um maior número de casos de policiais com problemas sérios de saúde, levou o Sindicato da Polícia Civil do Distrito Federal (SINPOL-DF) a lançar uma campanha. O objetivo é mobilizar setores da sociedade para cobrarem do GDF a contratação dos 1.200 policiais civis já aprovados pela Academia da Polícia.

“Há recursos, a população cresceu, os policiais têm sofrido forte pressão psicológica, a criminalidade no Brasil avança, como aponta o Mapa da Violência, mas o número de policiais no DF sem mantém o mesmo desde 1993, o que é inadmissível”, constata o presidente do SINPOL-DF, Rodrigo Franco, o “Gaúcho”.

Considerando esse quadro na segurança pública, Gaúcho conta que a diretoria do sindicato tem reiterado, tanto diante da Diretoria Geral da Polícia Civil (DGPC) como do GDF, a importância e a necessidade urgente da contratação dos 1.200 novos policiais. “Hoje, em Brasília, quem recorre aos serviços das delegacias conta com apenas três policiais no atendimento, que trabalham num turno pesado, de 24 horas seguidas”, informa o líder sindical, salientando que as longas jornadas, o déficit de pessoal, a pressão psicológica e outros riscos inerentes ao trabalho policial têm levado a um aumento de casos de policiais com problemas psicológicos e de saúde. “Tivemos quatro suicídios no último semestre, o que torna evidente a gravidade da situação”, observa Rodrigo Franco.

A diretoria do SINPOL-DF apela à população, aos especialistas em segurança pública e aos mais diversos segmentos da sociedade civil para que apóiem a campanha, num esforço mútuo visando convencer o governador a contratar imediatamente os novos agentes de polícia.

A campanha do sindicato teve início com a distribuição de outdoors colocados em pontos de grande visibilidade em Brasília. Informes diários sobre tais problemas chegarão à população por meio de inserções em rádio, num período que vai do dia 10 a 20 de julho.

“É a segurança que garante a ordem, o cumprimento da lei e a plena vigência do Estado de Direito, e o SINPOL-DF está convicto de que a campanha diz respeito a uma prioridade absoluta, do mais elevado interesse público”, declara Rodrigo Franco.
Sinpol/DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: